Pular para o conteúdo

Chega de 7×1

28/03/2018

Lilian Nosralla – Berlim, Alemanha

Não me interessava muito por futebol até vir morar na Alemanha (o país inimigo desde o fatídico 7×1). Sempre acompanhei os jogos da Copa do Mundo e Olimpíadas, mas só. Nunca fui gritadora de “Vai Corinthians!” nem soltadora de fogos.

jogo2

Brasil x Alemanha no Estádio Olímpico de Berlim

O fato é que as piadinhas dos alemães e não-alemães, italianos (que por acaso estão fora da Copa deste ano) tiram mais sarro do 7×1 do que os próprios alemães, irritam e eu assim como os brasileiros que gostam de futebol temos sede de vingança.

jogobvg

Piadinha da empresa de transporte público de Berlim

Para a minha alegria, no dia 27 de abril de 2018, o primeiro jogo entre as seleções brasileira e alemã após o vexame aconteceu no estádio de Berlim e eu, escorpiana vingativa que sou, fui até lá torcer ao vivo tomando muita cerveja alemã, afinal, os alemães ganharam do Brasil em território brasileiro e nada mais pertinente do que ver o Brasil dar o troco em território germânico.

O Estádio Olímpico de Berlim, construído para os Jogos Olímpicos de 1936, tem capacidade para receber 74.475 pessoas. Os ingressos para o jogo esgotaram, quem não se planejou com antecedência ficou sem. Tinha algumas pessoas perto do estádio segurando uma plaquinha dizendo que queria comprar ingresso.

estadio2

Vista externa do Estádio Olímpico de Berlim.

O jogo

No começo do jogo os alemães estavam animadíssimos, fazendo “ola” toda hora e alguns mais atrevidos relembravam o vergonhoso 7×1 quando via algum brasileiro, mas nada demais. Em geral os europeus gostam do futebol brasileiro e admiram os jogadores da seleção, provávelmente porque boa parte dos jogadores jogam em times europeus como o Real Madrid e o Paris Saint-German, por exemplo.

jogo3

Estádio lotado!

Vi muitos brasileiros desfilando com suas bandeiras verde-amarelono caminho para o estádio e quando cheguei lá vi muitos não-brasileiro torcendo para os canarinhos também. Fiquei feliz. Engraçado como morar fora do seu país de origem te faz gostar de coisas que antes não dava bola.

Depois do gol brasileiro ainda no primeiro tempo as “olas” silenciaram e acredito que todos os brasileiros que estavam lá se sentiram um pouco mais em paz.

cervejade1litro

Eu assistindo o jogo com a minha caneca de 1 litro de cerveja

No intervalo veio família alemã pedir a minha bandeira do Brasil emprestada pra tirar foto e feio torcedor que não consegui identificar a nacionalidade pedir pra tirar foto com a brasileira simpática aqui.

No final do jogo tinha alemão gritando “Parabéns” pros brasileiros em português, galera dando Hi5, grupo de brasileiros cantando Michel Teló no trem e outras músicas, mas não teve briga nem bagunça, a não ser a baguncinha de ter muita gente em um mesmo lugar tentando voltar pra casa.

jogofinal

Eu indo pra casa feliz com a minha bandeirinha do Brasil 🙂

O estádio

Berlim está de parabéns! O serviço de transporte público te deixa à 5 minutos à pé da entrada do estádio. Tem uma linha do U-Bahn, a linha U2, que vai direto pra lá e tem também várias linhas de S-Bahn que passa na estação do estádio, as linhas S3, S5 e S9. O ingresso do jogo é válido como bilhete para o transporte público para chegar no estádio e para ir pra casa depois do jogo. O estádio tem um estácionamento para carros e não sabe o que fazer com ele.

jogotransporte

Estação do S-Bahn perto do Estádio Olímpico de Berlim

Em dia de jogo os trens passam com intervalo menor entre eles, mas mesmo assim, quando vai chegando perto do estádio começa a parecer a estação da Sé de São Paulo. Paulista bem treinado consegue entrar no trem, os outros vão ficando pra trás 😛

Chegando lá tem muitos quiosques vendendo cerveja, hot dog e outras especialidades alemãs pra forrar o estômago, dentro do estádio também tem quiosques pra comprar comes e bebes, onde você pode adquirir uma caneca com 1 litro de cerveja, pra durar o jogo inteiro.

jogohotdog

Dogão na porta do Estádio Olímpico de Berlim

Os banheiros são limpos, fica sempre alguém cuidando do lugar e as pessoas costumam deixar moedas pra ela. Deve dar trabalho manter aqueles banheiros limpos.

Vi muitas crianças no estádio, algumas com a bandeira do Brasil pintada de um lado do rosto e a bandeira da Alemanha do outro lado. Aparentemente Brasileiros e Alemães gostam de fazer filhos juntos.

jogoestadio

Entrada do Estádio Olímpico de Berlim

É possível visitar o estádio e fazer um tour nos dias que não tem nenhum evento.

Serviço

Endereço: Olympiastadion – Olympischer Platz 3 – 14053 – Berlin, Charlottenburg

Horário de funcionamento:

Novembro a março: das 10h às 16h
Abril a outubro: das 09h às 19h
Agosto: das 09h às 20h

Informações sobre ingressos pra visitar o local:
https://olympiastadion.berlin/en/sightseeing/

Informações sobre os tours guiados:
https://olympiastadion.berlin/en/guided-tours/

_______________

Lilian Nosralla é de São Bernardo do Campo, UX  designer formada em Comunicação Social. Mora em Berlim desde 2016. Para saber mais sobre ela e o blog pessoal, visite a mini biografia.

Blog “Brasil com Z”, um site feito por brasileiros expatriados vivendo nos quatro cantos do mundo! Para atualizações diárias, sigam-nos no FacebookTwitter e Instagram. Agradecemos. 

4 Comentários leave one →
  1. Gustavo permalink
    01/04/2018 10:05

    Gostaria de relatar que um alemão, sentado duas fileiras a minha frente, passou a erguer o dedo do meio é girar a mão, sem olhar para trás, após o gol do Brasil. Seguiu fazendo isso até o final do jogo a cada lance do Brasil. No final ainda pegou uma bandeirinha do brasil, boicotou, e jogou para o ar. Me deu muita raiva, mas acho que o sujeitinho estava querendo confusão.

  2. 02/04/2018 19:52

    Eu assisti um entrevista do Alex, jogador brasileiro já aposentado (Ex Coritiba) e que faté hoje é considerado um fenômeno na Turquia. A entrevista foi para o lance, uma das melhores que assisti na vida e até fiz uso dela numa matéria para meu Blog pessoal.

    Ao ser perguntado qual era a melhor liga de futebol mundial ele não só menciona a Alemã, como traça um paralelo entre o futebol e os costumes alemães, principalmente pós-queda do Muro de Berlim e como boas transformações sociais ocorridas após este evento se refletiram nos desportos inclusive.

    O curioso é que a entrevista em questão ocorreu meses antes da Copa de 2014 no Brasil em que os alemães obtiveram logro na Competição. Abraço galera, irei colar o link da entrevista abaixo.

    https://eliesereborba.wordpress.com/2017/09/22/brazil-7-x-1-cotidiano/

    • 02/04/2018 19:58

      Muito bom. De fato a seleção alemã é muito boa e bonito de ver jogando. E já que você mencionou o muro, uma coisa que acho muito legal de observar são as medalhas olímpicas da Alemanha Oriental e Alemanha Ocidental. O lado comunista era muito mais forte em esportes do que o lado capitalista. Acho interessante ver a cultura alemã e as diferenças que ainda existem até hoje entre os dois lados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: