Carla  – Milão, Itália
 
 

Essa é uma pergunta que ouvimos muito quando estamos fora do “nosso país”, “nossa terra natal”! E outras perguntas são: o que você veio fazer na Itália? Por que a Itália? Como você troca o Brasil, terra linda, calor, praia, carnaval, sol, samba.. pela Itália????

Parece mentira né?  Porém é a pura verdade!

Vou começar do início, a primeira pergunta: quando volto para o Brasil??

Primeiro, estou aqui há pouco tempo, vim para cá com objetivos e metas traçados, então não volto até atingi-los, ou até eu estar satisfeita com tudo e querer voltar. Acredito que todos que deixam o seu país para viver num outro tenham suas metas, e mais do que isso, procuram algo, algo com o que se identifiquem, etc.

Adorei o que o Edu escreveu, e penso muito como ele.

Não é porque sou brasileira que tenho que morrer lá! Viver para sempre lá! Não temos essa obrigação. O importante é estar bem, feliz, saber se adaptar a uma cultura diversa, aceitar e respeitar. Voltar é relativo. Depende da situação! Se estiver bem e satisfeito, pra quê voltar?

Bem, no meu caso, seria por causa da família e amigos. Principalmente família. Pois com o restante, estou satisfeita aqui. E se um dia achar que tenho que voltar, voltarei.

Segundo: O que eu vim fazer na Itália? Por que a Itália?

Pois é, sempre tive vontade de sair do Brasil, curiosidade em conhecer outros países, culturas diversas, outro clima, outras paisagens. Quando comecei estudar idiomas (italiano em 1997 e espanhol em 1998) eu alimentava a esperança de um dia ir para algum lugar. Sempre tive na cabeça que eu era uma “cidadã do mundo”! E a Itália foi a primeira porta aberta, já que casei com um cidadão italiano, já que eu falava a língua, já que eu era curiosa pela cultura, a história, culinária e todo o charme italiano. E não é porque vim para cá que será meu único destino antes de voltar para o Brasil! Não se esqueçam: sou uma cidadã do mundo. Aqui é minha primeira parada, e se Deus quiser ainda virão algumas por aí!

Sair de casa, do país nos acrescenta tanta coisa. Amadurecemos, aprendemos tanto, abrimos nossa mente, sofremos uma transformação. Nunca mais seremos os mesmos, e isso é ótimo! Recomendo a todos viverem essa experiência, em qualquer idade! (Leiam 10 coisas que aprendi vivendo em um outro país)

E não é porque eu sou brasileira, no caso, que só saí do Brasil porque pensam que é um país problemático, com muita pobreza, violência, etc. Não! Qualquer pessoa, de qualquer nacionalidade deve viver a experiência de viver num outro país!

Saudades de casa sempre sentimos, mas não que isso nos mate, ou nos faça voltar correndo! Voltar? Hummm, não temos planos… quem sabe uns 5 anos??? Baci a tutti!

Carla Guanais é cientista, blogueira e mora na Itália desde 2010. Saiba mais sobre ela clicando aqui.