Skip to content

Cinco perguntas que você sempre quis fazer sobre a Espanha (mas nunca teve a quem perguntar!)

09/01/2015

bz_espanha

Edu

A Coruña, Espanha

 

1. Quanto tempo dura uma siesta ?

A siesta – hábito tipicamente espanhol, e que vêm perdendo usuários a cada ano – pode durar de vinte minutos a duas horas, dependerá da disponibilidade de cada indivíduo Podemos dizer famosa siesta espanhola costuma ter uma duração média de meia hora.

2. Qual é o prato típico espanhol mais fácil de se preparar?

Atualmente a Espanha vêm se destacando no circuito mundial da alta gastronomia com vários restaurantes premiados com estrelas Michelin. Seus chefs, que ostentam status de celebridades, exibem sua arte com pratos que utilizam ingredientes impensáveis como por exemplo, hidrogênio liquido. Apesar do requinte e da vanguarda de seus pratos, o espanhol gosta mesmo é de tortilla, um prato rápido e fácil de se preparar. Existe uma infinidade de tipos (com cebola, chorizos ou verduras), porém a mais comum é a de batata. A receita é a seguinte:

TORTILLA DE PATATAS

Ingredientes (3 pessoas)

Ingredientes
4 unidade(s) de ovo
4 unidade(s) de batata
1/2 unidade(s) de cebola em cubos médios
quanto baste de sal
quanto baste de azeite de oliva

Como fazer
Em uma frigideira antiaderente, coloque o azeite para esquentar.
Descasque as batatas e corte-as em pedaços irregulares, como se continuasse o processo de descascar grosseiramente.
Frite a batata e a cebola no azeite até a batata amolecer.
Coloque num escorredor para tirar o excesso de azeite.
Em uma vasilha funda, bata os ovos até começar a formar um pouco de espuma.
Acrescente o sal a gosto e depois as batatas e a cebola.
Coloque tudo na frigideira já com azeite previamente aquecido e deixe dourar de um lado.
Com a ajuda de um prato, vire a tortilha e deixe dourar do outro lado.
Sirva quente com rodelas de pão

3. Vale a pena comprar entradas para assistir a uma tourada ?

Depende basicamente da sua relação de afeto com os animais. Se você é uma pessoa sensivel e gosta de bichos, a tourada é o pior programa para se fazer na Espanha. Afinal de contas, este evento se resume a esfaquear um touro com espadas até a morte.

4. Posso me comunicar perfeitamente na Espanha falando portunhol?

Existe um mito, ainda muito vigente, de que os idiomas espanhol e português são parecidos, porém a realidade é bem diferente. A gramática espanhola contém várias peculiedariedades inexistentes em português e muitas palavras idênticas nos dois idiomas contém signficados bem diferentes. Um turista pode perfeitamente se comunicar falando “portunhol”, porém poderá ter alguns problemas em determinadas regiões da Espanha onde o sotaque é bem fechado.

5. A Espanha é um país seguro para viajar?

Como ocorre em muitos países da Europa, a Espanha apresenta taxas delinquência extremamente baixas, porém é preciso estar atento nas grandes aglomerações. Os turistas que circulam em grandes cidades como Madrid ou Barcelona costumam ser alvo de “carteristas”, ladrões especializados na “arte” de furtar bolsas e carteiras de turista distraídos. Por outro lado, ao contrário do que ocorre em paises com altas taxas de violência, é improvável que um turista sofra qualquer tipo de agressão.

____________

Eduardo Caamaño Justo é blogueiro e autor de biografias históricas. Seu último livro, a biografia de Harry Houdini, está à venda em português e espanhol. Filho, neto e bisneto de espanhóis, mora há 13 anos na cidade de La Coruña. Veja fotos do Edu e de outros autores do BZ clicando na nossa conta do Instagram. Sigam-nos também no Facebook e no Twitter. Blog Brasil com Z, um site de cultura e turismo, feito por brasileiros expatriados vivendo nos quatro cantos do mundo!

2 Comentários leave one →
  1. 09/01/2015 16:50

    Humm, portunhol…
    Olha, acho que toda língua pra dominar vc tem que ralar. Fiz o intermediário no Molinos de Viento em Amsterdam e levei um sustão no início. Tinha feitos uns testes e pulado o nível “Basico”. Cheguei no “Intermediário” e vi os holandeses tudo discutindo literatura e filmes em espanhol. Tremi, pensei que isso só aconteceria no “Avanzado”. Alguns já tinham morado no México, feito cursos de imersão na Espanha ou eram casados com espanhóis e estavam ali bonitinhos sentadinhos humildes ainda querendo aprender mais. Tive que ralar, mas é claro que sempre tinha resultados muitos mais rápidos do que eles pelo fato da minha língua nativa ser uma língua latina e irmã. Hoje em dia vejo uma TVE aqui, leio um periódico ali… compro livros quando estou de férias na Espanha. Cada línua estrageira que concluo o aprendizado formal depois eu tenho que ficar molhando, podando e adubando pro resto da vida.Caso contrário vira… portunhol.

    (Mas, hey ! Sim, talvez com o portunhol já dê para um turista se virar bastante.)

  2. 09/01/2015 17:23

    TOURADA É CRIME!

    não poderei jamais compreender como gente que se diz ‘civilizada’ sinta prazer em assistir a um massacre.

    não consigo aceitar que o governo espanhol ainda não tenha proibido este horror.
    simplesmente vergonhoso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: