Amsterdam é uma cidade compacta e excelente para fazer uma “lèche-vitrine”, olhar tudo e não comprar nada – se assim o desejar. Às quintas-feiras em Amsterdam há “koop avond” quando as lojas ficam abertas excepcionalmente até 21h.  E domingo muitas lojas pelo país abrem de meio-dia até as 17h. Em Amsterdam esse é o caso principalmente na Nieuwendijk e na rua Kalverstraat. Entretanto, as segunda-feiras são peculiares. Tudo só abre a a partir de meio-dia e meia ou 13h.

Como a Carla (veja o primeiro relato da série dela aqui) depois de desfrutar de um finde em Amsterdam só pegaria o transfer para o aeroporto de Eindhoven a partir de meio-dia de uma segunda-feira, nos sobrava algumas horinhas para matar o tempo no centro de Amsterdam. Visitamos a OBA (sim, abre todos os dias da semana inclusive as segundas e fins de semana), a biblioteca municipal da cidade, e fomos ao térreo para fazer fotos de Amsterdam. Você pode fotografar o Museu NEMO à sua esquerda, os barcos indo e vindo com a cidade ao fundo… Vale a pena! No dia que fomos estava cinza e caía uma chuvinha. Mas com tempo bom a qualidade das imagens fica muito melhor.

P1050545

P1050547

Depois disso fomos procurar alguma lojinha que excepcionalmente estivesse aberta para os últimos suvenires da Carla. “Coisas especiais”, segundo ela. Eu a levei para a Warmoestraat, e conseguimos achar rapidamente o que queríamos. Pirulitos, chás, biscoitos, muffins com doses mínimas (0,3%) de THC – praticamente nada. A Carla conseguiu negociar no preço dos chás e mais um muffin grande – total 15 euros. Mas se você quiser ir firme no THC dos space cakes e afins, sugerimos coffee shops mesmo – e não lojas de suvenires como a Carla fez.  Há coffee shops por toda a cidade, já saindo da Estação Central você as vê ou as identifica pelo cheiro e o nome em neon “coffee shop” na vitrine.

BLOG MAC 2

BLOG MACONHA

Fotos acima: arquivo pessoal Carla Guanais

Acabamos passando pela Condomerie também, uma loja especializada em preservativos e lubrificantes super divertida.
P1050550

P1050549

Fotos acima: arquivo pessoal Ana Fonseca

A Condomerie foi a primeira loja especializada em preservativos no mundo, tendo sido inaugurada em 1987. Nos anos 80 a AIDS era uma doença ainda misteriosa e logo os preservativos assumiram grande importância nas relações sexuais. Preservativos eram friamente e de modo tenso vendidos e comprados em drogarias, sex shops e máquina automáticas em bares na Holanda. Mas a venda não era acompanhada de informação dos vendedores (o tema mesmo na Europa era tabú) nem a gama de produtos era muito variada. Três amigos (uma mulher e dois homens) viram que era hora de abrir uma loja especializada, com atmosfera relax, vendedores bem preparados para perguntas sobre o uso de preservativos. Os deveriam ser da mais alta qualidade e sobretudo… lúdicos! A Condomerie é para todos os tipos de público. Já levei algumas amigas do Brasil lá e vi diversos consumidores: turistas, cidadãos holandeses, gente madura, casais, grupos de jovens, gays e heteros. Eu tiro o chapéu para a Condomerie por ter realmente quebrado o tabú de preservativo ser uma coisa “chata” e “mal necessário”. Os preservativos tem formato de bichinhos, bonequinhos, aliens, etc, tudo para você morrer de rir.  Fica super central na Warmoestraat (a rua paralela a Damrak), a alguns passos da Loja de departamentos De Bijenkorf e da Praça do Dam.

Serviço: 

Condomerie: 

Warmoestraat 141, Amsterdam

www.condomerie.com

Horários:

Segunda a sábado de 11h as 18h

Domingo de 13h as 17h

OBA (Biblioteca Municipal de Amsterdam) 

É um prédio novo e de linhas retas a alguns passos da Estação Central, com entrada grátis. Você pode utilizar o restaurante para relaxar e ir ao andar mais alto para fazer fotos muito legais de Amsterdam. Abre todos os dias da semana de 10h as 22h.

BLOG OBA