Quem me conhece sabe que eu não sou uma pessoa mochileira. Quando tem feriado meu programa favorito é ficar em casa, assistindo minhas séries favoritas de TV. Porém, mês passado meu amigo Matheus (que é mochileiro), me convenceu a viajar. A ideia inicial era ir de Beijing para a Coreia do Sul, mas estava tudo muito caro devido ao Ano Novo Chinês.

Então, o roteiro mais econômico era ir para a Rússia, na época do frio (que medo!). Não criei muitas expectativas quanto `a essa viagem. E por não estar muito ansioso por essa viagem acabei não pesquisando quase nada.  E fui. A viagem me surpreendeu muito. Com base nas coisas que eu passei lá, resolvi listas as 10 coisas que aconteceram com a gente.

#1. Leve o endereço do hotel/albergue em cirílico

Parece algo bem óbvio levar o endereço na língua local, mas a gente esqueceu desse detalhe. Então, o Matheus marcou o albergue online e o endereço que recebemos da estação do metrô que deveríamos pegar era romanizado. Chegando em Moscou, quase tudo estava escrito apenas em cirílico, ou seja, tivemos que fazer um minicurso de russo para poder entender para onde tínhamos que ir.  

#2. Russos só falam russo

Para piorar nossa situação, sem o endereço em cirílico, tentar falar com um russo em inglês é como encontrar uma agulha no palheiro. Por diversas vezes ficamos perdidos em Moscou e tentar manter contato com os locais era difícil pelo fato de nós não falarmos o idioma do país. Inclusive as placas/sinalizações também estavam apenas em russo. Na verdade foi mais fácil encontrar um russo que falava português do que um que fale inglês (por incrível que pareça, encontrei 3 que falavam português).

#3. O Tinder na Rússia está cheio de pessoas lindas!!!

Tá aí um ponto que nunca vi nenhum blogueiro falando. Quando o Tinder surgiu eu já morava na China e nunca tinha usado até um tempo desse. Antes de ir para a Rússia, eu já usava há 3 mês e, sinceramente, quase ninguém aqui usa. Todo dia aparecia umas cincos almas para dar um “like” ou “passar”. Gente, minha opinião sobre o Tinder mudou na Rússia. Primeiro, porque na Rússia você sempre vai falar: Nossa, quanta gente bonita! Nossa, quanta gente cheirosa! Nossa, que gente bem vestida”. Eu abri meu Tinder lá e tinha milhões de loiros, ruivos, morenos, asiáticos para dar “like”. Eu recebi milhões de combinações e se você for não apenas para passear, mas se estiver solteiro, o Tinder vai funcionar muito bem para você.

#4. Balada gay

A primeira coisa que meus amigos me alertaram foram: cuidado, porque lá na Rússia o povo caça gay. Eu perdi o número de mensagens que me mandaram sobre isso (obrigado a todos pela preocupação <3). Chegando em Moscou e em São Petersburgo minha opinião mudou. Há boates gays, mas elas são bem discretas e, inclusive, em uma delas tem um segurança na porta, a Central Station. Infelizmente, pelo fato de sermos estrangeiros o segurança não nos deixou entrar.

#5. Estrogonofe

Se você, assim como eu, não sabia que estrogonofe foi inventado na Rússia, parabéns. Bem-vindo ao time. Eu li em alguns blogs que o gosto do estrogonofe russo era diferente do brasileiro e, sinceramente, não achei tão diferente. É claro que não é a mesma coisa, o nosso é mais cremoso e tem bem mais molho já o deles é um pouco mais seco e pode ser servido com creme azedo e/ou um tipo um grão de bico, que sinceramente não sei o que era. É uma delícia, e quando eu misturava com o creme azedo ficava show de bola. Gostei tanto, que comi várias vezes nos dias seguintes.

Estrogonofe Russo Edvan Fleury de Beijing, China @beijing.boy @edvanfleurygame Blog Brasil com Z @blogbrasilcomz

Estrogonofe Russo

#6. Café-da-manhã

Continuando no segmento “gordice”, uma das coisas que nos surpreendeu foi o fato de as padarias na Rússia serem quase iguais a do Brasil (lá vai eu falar de padaria de novo, acho que agora já posso me especializar em crítico de padaria). Eu me sentia tomando café igualzinho a do Brasil e com várias opções de salgadinhos a disposição. Só em lembrar disso já fico com água na boca. Dos 7 dias que passamos entre Moscou e São Petersburgo quase todos teve visitinhas às padarias locais para devorar um folheado, croissant, pastel de queijo, quiche e por aí vai.

Panqueca Russa Edvan Fleury de Beijing, China @beijing.boy @edvanfleurygame Blog Brasil com Z @blogbrasilcomz

Essa panqueca é um prato bem famoso na Rússia e uma delícia!

#7. A Rússia é um país caro e ao mesmo tempo bem barato

Nesse ponto se você pesquisar no Google vai achar diversas fontes falando que a Rússia, principalmente em Moscou, é um país caro. Meu leitor, isso depende. Quanto você investiria em uma viagem ao exterior? Eu separei cerca de R$ 2 mil reais para gastar em 7 dias e não cheguei nem a usar R$ 1.500, isto é, comendo do bom e do melhor e dormindo em albergue. Eu peguei um Uber em São Petersburgo, com um motorista bilingue, rodando 7 km por R$ 17 reais. Não creio que no Brasil a mesma distância seria feita pelo mesmo valor. Ah, eu não levei nenhum dinheiro impresso, apenas meu cartão chinês e isso também foi uma vantagem. Eu não sei como funciona com o cartão brasileiro, mas com o cartão de débito chinês eu paguei uma taxa absurdamente baixa de saque. Então, quando eu usei meu cartão de débito o valor final que eu pagava foi quase irrisório para nós e ele já sai convertido na moeda local, o rublo.

#8. Não aceite tirar fotos com russos trajando roupas típicas

Essas pessoas que andam caracterizadas em praças e locais históricos são extremamente simpáticas, falam vários idiomas e quando agarram você te forçam a pousar para uma foto. Seria tudo perfeito se no final eles não começassem a dizer “gimme some money” (dê-me dinheiro). Meu conselho é: fuja deles e diga que não entende o que eles falam.

mmexport1454940817651.jpg

#9. Prepare-se para se perder no metro e passar muitos minutos andando de escada rolante

A lógica do metrô russo me pareceu muito confusa. Primeiro porque todas as sinalizações estão em cirílico e, caso você não entenda esse idioma, tenha em mente que uma viagem de uma estação a outra pode levar até 1 hora. Eu e o Matheus nos perdemos várias vezes. O metro na Rússia é tipo o labirinto do Fauno cheio de escadas que vão de um lugar a lugar nenhum. Um outro detalhe é que uma mesma estação pode ter 2 e até 3 nomes diferentes.

Vá com a mente aberta e com muito calmante caso você seja uma pessoa que estressa fácil. Quando estiver perdido, é bem provável que você note que as escadas rolantes levam muito tempo para te levar de um lugar a outro, isto porque as estações de metro são bem (bem, bem) profundas. Eu até brincava com o Matheus falando que dava para ler um livro enquanto estava na escada rolante. O metrô tanto em Moscou quanto em São Petersburgo é lindo, verdadeiras obras de artes o que poderá suavizar o estresse de estar perdido.

#10. O albergue na Rússia é tudo de bom

Em Moscou ficamos no Friday Hostel e em São Petersburgo no Apple Hostel (deixo o endereço no final deste post). Posso afirmar que foi a melhor experiência de albergues na minha vida. O melhor na minha opinião foi o Apple. Além de estarem bem no meio da cidade, super bem localizado, os funcionários são muito educados, quartos limpos e toda hora perguntavam se precisávamos de algo.

O atendimento foi nota 10 e, inclusive, se você mencionar que é uma indicação nossa, o Apple, dá a você um descontinho. Pagamos cerca de 8 dólares por dia e saiba que na Rússia o povo adora andar. Toda vez que pedíamos indicação de alguém para visitar um determinado lugar os funcionários do albergue falavam assim: é super rápido. Daqui até lá, são apenas 40 minutos andando (para mim isso não é uma distância que se faça andando, ainda mais quando se está -20 graus). Então é importante ficar em um albergue bem central, como no caso do Friday e do Apple.

Edvan Fleury de Beijing, China @beijing.boy @edvanfleurygame Blog Brasil com Z @blogbrasilcomz

Da direita para à esquerda: Uma das administradoras do Albergue, Matheus, uma das moradoras do Albergue e eu em São Petersburgo.

Então, infelizmente, não dá para escrever tudo sobre esse país tudo de bom que é a Rússia. Vale a pena conhecer e se você quiser saber mais eu fiz um vídeo ‘Minhas Impressões Sobre a Rússia‘ no meu canal  no Youtube o “Perdido na China” falando sobre minha experiência na Rússia e fazendo um comparativo com a China. Espero que você possa assistir. Abraços e até a próxima.

Edvan Fleury de Beijing, China @beijing.boy @edvanfleurygame Blog Brasil com Z @blogbrasilcomz

Escada rolante que não tem fim. Uma mesma estação pode ter até 3 dessas. Leve um livro para ler!

Serviço

Friday Hotel. O que é ? Um albergue em Moscou

Endereço:

Bolshoy Spasoglinishevsky Pereulok 6/1, Apt 32, Basmanny, 101000 Moscou, Rússia

Por que? Barato, quartos limpos, bom atendimento e fica no coração de Moscou. Lembre-se de levar todos os endereços em cirílico.

======================================================================

Apple Hotel. O que é ? Um albergue em São Petersburgo

Endereço: 

Sadovaya St, 8, St Petersburg, Rússia

Por que? Barato, quartos limpos, bom atendimento e fica no coração de  São Petersburgo. Repito: Lembre-se de levar todos os endereços em cirílico!

(Todas as fotos desse post, esceto a primeira foto: arquivo pessoal do autor)