Skip to content

Os espanhóis e a marmita

10/10/2016

 
Roberto Sena – Colaborador de Madrid

Quando estava no Brasil ouvia falar muito que espanhol era um marmiteiro nato. Pois é, pude constatar o fato, e perceber também que trata-se de algo normal por aqui. Nos parques, no transporte público, nas ruas, enfim, onde a fome der sinal de existência. Alguns ingredientes são sempre os mesmos, como o jamón (fala-se “rramón”), item que merece um artigo a parte, de forma resumida o tal jamón é carne de porco, que os espanhóis tanto amam.

blog-jamon

Ultimamente, vejo essa parte do porco em diversos pratos, entre eles os lanches, lugar onde mais se encontra a deliciosa carne da gastronomia nacional. Em casa mesmo, o jamón estava sempre presente no meu lanche, onde também estava o queijo de cabra, jamón serrano (fala-se “rramón cerano”), maionese, azeite, orégano e sal. Tudo muito bom!

Creio que tudo isso deva ser altamente calórico, mas é difícil encontrar espanhóis obesos, eu mesmo não encontrei. Com certeza essa combinação citada acima deve ser o terror de muita gente preocupada em não engordar, no entanto, com o calor que faz por aqui nessa época (ar extremamente seco), não deve ser difícil perder esses graminhas a mais.

No Brasil, ver alguém bem trajado sacar um lanche na rua, ou mesmo imaginá-lo ver levando ao trabalho a boa e velha conhecida dos brasileiros, a marmita, é algo que a mente do povo brasileiro, pelo menos da maioria, ainda não é capaz de processar. Isso devido em grande parte ao próprio preconceito. Enfim, mais um tabú a ser vencido!

_______________

Roberto Sena é blogueiro, escreve sobre tecnologia e tudo relacionado ao tema em RobertoSena.com, além possuir seu próprio espaço na rede, onde fala sobre moda, cultura e comportamento, chamado Live BehaviorAtualmente mora em Madrid, na Espanha. Sigam-nos no Facebook para não perder nenhuma postagem do blog Brasil com Z. Vejam nossas fotos seguindo nossa conta no Instagram

6 Comentários leave one →
  1. 13/03/2010 19:35

    Oi Roberto. Adorei seu post. Por aqui, os holandeses sempre levam seus sanduiches para o almoço – só há meia hora e a maioria não gosta de comer refeiçao no trabalho, acham pesado e ficam com sono…não tem o hábito. As crianças sempre levam seus próprios lanches de 10h da manhã (frutas ou um biscoitinho e achocolatado ou suco) e almoço (sanduiche e suco). Não há essa vergonha que ha no Brasil de se levar seu “lunch box”, quase sempre feitos de melamina, lindos e que se fecham hermeticamente. Em empresas internacionais muita gente (estrangeiros como italianos, franceses, brasileiros, hehehe) leva sobras do jantar da noite anterior como almoço para o trabalho, em marmitas, potes plásticos de comida chinesa ou em lindos recipientes – muito populares! Há pouco tempo mesmo, só menos de 30min para comer.

  2. persistenciadamemoria permalink
    13/03/2010 22:26

    Jura? e o vale refeição fica para os jantares românticos de final de semana?
    Eu não tenho vergonha de levar lanchinho no Brasil. Mas adoro a hora do almoço para sair um pouco do escritório.
    Beijos

  3. glendadimuro permalink
    13/03/2010 22:48

    Poxa, isso deve ser em Madrid. Aqui no sul, tá cheio de espanhóis obesos!

  4. 18/03/2010 21:19

    Los españoles beben poca cerveza

  5. 10/10/2016 14:32

    Na empresa onde trabalho aqui em Madrid todos levam marmita: portugueses, espanhóis, brasileiros, italianos… 🙂 Muitas vezes a cozinha é pequena para tanta gente querendo comer à mesma hora!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: