Skip to content

Um sanduíche típico do Porto? Peça uma “Francesinha”!

17/10/2016

bz_portugal Edijane Costa – O Porto, Portugal 

A francesinha é um dos pratos típicos mais conhecido, apreciado e procurado na cidade do Porto. Prato obrigatório na lista gastronómica de qualquer turista antenado. A francesinha caiu no gosto dos portuenses há bastante tempo, desde a década de 60 do século passado, e ao longo dos anos a receita tem se aprimorado e adaptado a gostos mais exigentes.

E por que o nome “Francesinha”, se esse sanduíche não existe na França? Bom, veja abaixo o que a “tia Wiki” tem a dizer sobre a origem do nome:

 O nome Francesinha, reza a história, deve-se ao facto de Daniel David Silva afirmar que “A mulher mais picante que conheço é a francesa”[7] A partir daqui muitas histórias se contam, inclusive que um empregado da Regaleira, saiu com o segredo do molho, em 1963, para o Restaurante Mucaba, em Vila Nova de Gaia, começando a expansão da criação gastronómica de Silva.

Outra das teorias sobre a origem do prato remonta-o ao contexto da Guerra Peninsular, afirmando que as tropas napoleónicas costumavam comer umas sandes de pão de forma, onde colocavam toda a espécie de carnes e muito queijo. À época, no entretanto, não incluía um complemento que os portuenses passaram acrescentar – o molho.

É certo que não existe consenso quanto à origem do prato, mas também, isto não importa muito, o que vale mesmo é que a francesinha é de comer rezando.

E por quê? Ora bem, imaginem um sanduiche que leve um bom bife, salsicha, linguiça fresca, queijo e fiambre. Acrescente ainda uma boa dose de queijo por cima, e que depois vai ao forno para gratinar e por fim leve uma boa cobertura de um molho delicioso levemente picante (o segredo da receita está toda no molho) feito à base de cerveja e vinho do porto. É um sanduíche quente para comer sentado, de garfo e faca, como uma refeição.

blog-edi

Fotos:  arquivo pessoal Edijane Costa. 

Ficou com água na boca? Então não se esqueça de colocar o Porto e esta pérola da gastronomia do norte de Portugal no seu roteiro de viagem por terras lusitanas. Garanto que vão se deliciar!

blog-ed

Alguns endereços muito bons na cidade do Porto onde vocês podem pedir essa iguaria: Café Santiago  próximo do Coliseu do Porto. O restaurante Madureiras e Capa Negra, todos próximo da baixa do Porto (Centro Histórico), também são excelentes na minha opinião. É se deliciar!

Abaixo, veja como preparar uma francesinha super honesta, bem tradicional:


SERVIÇO:

Café Santiago, uma instituição na cidade! Serve francesinhas com um ovo de gema mole por cima e rodeadas de batatas fritas. O pão é assado no forno a lenha. Sempre MUITO cheio, bom preço e serviço muito apressado.  Rua Passos Manuel 226; Tel.: +351 22 205 5797

Cufra Grill Restaurante Panorâmico no “Edificio Transparente”, Piso Parque 2ºandar, Matosinhos, Porto. Com belas vistas do mar, servem vários tipos de “francesinhas”(6 variações!), até mesmo com camarões por cima. Tel.: +352 229 387 884 http://www.cufragrill.com 

Madureiras  Várias localidades. Tel.: +351 22 537 6708. Veja a website para escolher um endereço na cidade: http://www.madureiras.pt

Verso em Pedra, perto do prédio “Alfandega”, na Rua da Arménia 16. Tel.: +351 222 058 009 http://www.versoempedra.com

Alicantina  Cervejaria com “Francesinhas” gigantes! Rua do Campo Alegre, 814 Tel.: +351 226 008 455 http://www.alicantina.pt

Capa Negra: Rua Barros Lima 487, Tel.: 22 537 7308 http://www.capanegra.com

Caves da cerveja: Av. Ramos Pinto, Vila Nova de Gaia. http://www.cavesdacerveja.pt

________________

Edijane Costa é psicóloga e pedagoga, e vive em Portugal desde 2008. Para ver fotos da Edijane e outros autores do blog Brasil com Z acesse o nosso Instagram. Para seguir nossa fanpage no Facebook clique aqui.  Nossas tuitadas? Sigam-nos aqui. Quer participar do blog ? Envie sua motivação e mini bio para nós: blogbrasilcomz@gmail.com

7 Comentários leave one →
  1. 17/10/2016 10:41

    Oi Edijane, bom te “ver” de novo!
    Eu nunca tinha ouvido falar desse “Francesinha”! É bem grande, e com molho por cima. Achei bem elaborado, em comparação com os outros sanduíches típicos de outros países que temos publicado. Deve ter muitas e muitas calorias! Ficou uma dúvida: ele é consumido como almoço? Ou como “snack”? Pode-se pedir a qualquer hora do dia ou da noite?
    Abraços.

    • 17/10/2016 11:40

      Olá Ana. A Francesinha é muuuuito calórica, mas compensa qualquer “sacrifício”, pode acreditar ;). Particularmente, costumo consumir como refeição e procuro sempre alguém que queira dividir comigo (nunca consegui comer uma sozinha :O), mas isto depende de cada um ou de cada estômago. Os principais bares e restaurantes que servem o prato, costuma servi-lo a qualquer hora… basta ter apetite 🙂

  2. edvanfleury permalink
    17/10/2016 10:51

    Li e fiquei com água na boca de tanta coisa gostosa junto em um só sanduba 🙂

  3. 17/10/2016 16:25

    Hummmm me deixou com água na boca Jane, quando for te visitar dividimos um rsrs. Parabéns pelo Artigo. Beijos!!!

Trackbacks

  1. Um sanduíche típico do Porto? Peça uma “Francesinha”! | Brasil com Z | O LADO ESCURO DA LUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: