Skip to content

Mercado de Natal Medieval em Munique

19/12/2016

bz_alemanhaJuliano Emílio – Munique, Alemanha

Estar em Munique em época de fim-de-ano e não visitar um Mercado de Natal é como ir a Paris e não tirar uma foto com a Torre Eiffel. Os Mercados de Natal fazem parte da experiência de conhecer a Alemanha e, além dos turistas, os moradores da cidade têm encontrado cada vez mais opções para as frias noites do período de Advento. Além do mercado “Christkindlmarket” da “Marienplatz”, o mais famoso da cidade, cada bairro tem seu próprio Mercado de Natal, funcionando do final de novembro até a semana que antecede o Natal. A variedade temática é enorme, incluindo até o “Pink Christmas Markt”, que celebra a diversidade de gêneros por aqui. Desta vez, gostaria de falar sobre meu mercado favorito, que leva o tradicionalismo ao extremo, de uma forma muito divertida: o “Mittelaltermarkt”, um Mercado de Natal Medieval.

img_5495

Esta modalidade de Mercado de Natal existe em outras cidades, como Dresden e Dortmund, e aqui em Munique fica na “Wittelsbacherplatz”, próxima da estação “Odeonsplatz”, reproduzindo com fidelidade um mercado do século XII. O centro comercial é composto por 36 barraquinhas de madeira (casas feitas de pedras só surgiram em Munique em 1342), dispostas ao redor da estátua de um dos reis mais respeitados da Baviera, Ludwig I.

img_5494

img_5488

Todos os comerciantes estão em suas barraquinhas devidamente trajados, apresentando seus produtos, muitas vezes como se estivessem atuando em um filme de época. Estão lá os ourives expondo suas jóias, os produtores de mel com suas velas esculpidas, os vendedores de papel feito de algodão, e também os de roupas de época e de especiarias, tudo sempre adornado pela aura temática dos tempos das donzelas e cavaleiros. Há barracas de instrumentos musicais feitos de argila (ocarinas), de produtos feitos de lã, e também de armas: uma barraca é especializada em arcos húngaros, enquanto outra vende réplicas de armaduras, espadas, escudos e punhais. As barraquinhas de enfeites de Natal estão muito bem representadas (este ano uma delas tem inclusive um enfeite que solta fogo!); para as crianças há uma loja só com brinquedos medievais onde estão dispostos pequenos escudos, espadas de madeira e roupinhas medievais para meninos e meninas.

img_5487

img_5490

img_5502

img_5489

img_5520

img_5519

As barraquinhas de comida também são especiais, oferecendo além dos produtos tradicionais dos mercados de natal como castanhas cristalizadas e “crêpes”, também carne de porco selvagem, retirada na hora de um animal que fica rodando sobre o fogo e sopas servidas em tigelas de barro. Desta vez experimentei um delicioso “Flammbrot”, uma massa de pão coberta com bacon, batata, queijo e cebola, tirada fresquinha de um forno a lenha. Tudo é feito da maneira mais artesanal possível, com fornos e caldeirões a vista do cliente, fazendo com que vez ou outra seja expelida uma nuvem de fumaça de dentro das barraquinhas. E como é tradição nos Mercados de Natal, se come em pé, ao redor de mesas iluminadas por chamas de fogareiros. As bebidas são servidas em canecos de barro e vão além da cerveja e do famoso “Glühwein”. Este ano provei o “Hypocras”, uma bebida que era servida apenas para a nobreza e diziam ter propriedades medicinais; na realidade um antepassado do “Glühwein” (o sabor lembra um quentão).

img_5508

img_5514

img_5515

img_5496

img_5497

Para animar os visitantes, nos finais de semana ocorrem diversas apresentações, incluindo shows com marionetes, contadores de histórias, mágicos, dançarinos, faquires, contorcionistas, engolidores de fogo e músicos tocando peças medievais em harpas, tambores e trombetas. Em dias e horários específicos grupos de cavaleiros encenam duelos em meio aos visitantes.

kunstler_13

Quem está sempre pelo mercado depois que o sol começa a se por (a partir das 5 da tarde), é o São Nicolau original. Ele tira fotos com as crianças e aconselha os adultos, desejando a todos boas festas. Aqui na Baviera ele é responsável apenas por trazer chocolates no seu dia, 6 de dezembro, dia de São Nicolau. Quem traz os presentes no dia 24 é um “anjo de Cristo” (por isso os Mercados de Natal aqui chamam-se “Christkindlmarkt” e não “Weinachtsmarkt” como no restante do país); este anjinho entrega os presentes sempre por volta das 18:00, fazendo com que as crianças bávaras não percam o hábito de dormir cedo, mesmo nesta noite especial.

img_5492

O Mercado de Natal Medieval se encerra diariamente de uma maneira especial: pontualmente às oito da noite um senhor de chapéu preto de abas largas, botas altas e barba proeminente passeia pela multidão soando uma trombeta e segurando uma lanterna antiga, avisando sobre “a hora cheia” de encerramento do comércio. Ele é o lembrete de que o relógio continua a correr, apesar de tudo ao redor parecer magicamente congelado no tempo.

Mais informações você encontra no site oficial do mercado:

 http://www.mittelaltermarkt-muenchen.de/mittelaltermarkt_html/seiten/start_de.html

____________

Juliano Emilio nasceu no Paraná e é medico. Mora atualmente em Munique, na Alemanha, com a família. Para saber mais sobre ele clique aqui. Para atualizações diárias nossas, sobre a vida fora do Brasil, acompanhem-nos no Facebook e Twitter. Veja lindas fotos do Juliano Emílio e dos outros autores no nosso Instagram. Blog Brasil com Z, um site feito por brasileiros expatriados, vivendo nos quatro cantos do mundo! Quer concorrer a participar como autor? Envie-nos sua minibio e motivação para: blogbrasilcomz@gmail.com Contactaremos os melhores candidatos. 

7 Comentários leave one →
  1. 19/12/2016 13:05

    Esse mercado medieval tem tudo a ver comigo…

    • Juliano Emilio permalink
      20/12/2016 10:03

      Comigo também…. em cada canto achei uma coisa interessante!

  2. edvanfleury permalink
    20/12/2016 9:24

    Parece cenário de um filme. Adorei.

    • Juliano Emilio permalink
      20/12/2016 10:03

      Parece mesmo! Os vendedores conversam com os clientes como se estivessem na Idade Média!

      • 20/12/2016 12:33

        Tem muito castelo na França, na Bélgica, e até na Holanda (o Castelo Hoensbroek) com eventos medievais, os atores se fantasiam, mostram jogos, vendem artesanatos da época, ensinam a lutar, dançam… Mas mercado de Natal medieval, nunca vi. Muito legal!

Trackbacks

  1. Mercado de Natal Medieval em Munique | Brasil com Z | O LADO ESCURO DA LUA
  2. Nossos posts campeões de compartilhamentos | Brasil com Z

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: