Skip to content

De giro pela Espanha: Astúrias

18/05/2017

Edu Justo – Espanha

Mês pasado publiquei um post falando sobre a Galícia, que é a região da Espanha onde nasceram meus pais e avós e o lugar onde eu moro atualmente. (para ver o post clique aqui). Enquanto pensava no próximo tema tive a ideia de produzir uma série sobre as 17 comunidades autônomas que conformam o país; e se chamará “De Giro pela Espanha”. O critério de seleção para determinar a ordem dos posts (que será mensal) será a sua situação geográfica. Portanto como a série começou (sem querer querendo) pela Galícia, o post de hoje é dedicado à sua vizinha: O Principado de Astúrias.

Chama-se “principado” porque dele vêm o título do herdeiro do trono da coroa espanhola. Da mesma forma que o herdeiro da coroa inglesa é o Principe de Gales (posto ocupado atualmente pelo principe Charles), na Espanha o herdeiro da coroa é o Príncipe de Astúrias (atualmente uma princesa, Leonor de Bourbon).

Começaremos por sua capital, Oviedo, também conhecida como a “cidade das esculturas” devido ao impressionante número de estatuas que podemos encontrar em praticamente cada esquina, muitas de autoria de artistas de renome internacional. Uma das estátuas mais populares é a do diretor de cinema Wood Allen, que gravou por lá o filme Vicky Cristina Barcelona, que apesar do nome, é rodado em grande parte na capital asturiana. Fundada en 761, Oviedo oferece aos visitantes um grande catálogo arquitetônico de construções medievais como a igreja de San Miguel de Lillo (século IX) e San Julián de los Prados, também deste período.

Falando em arquitetura, a 36 km de Oviedo encontraremos na cidade de Avilés uma monumental obra de um dos arquitetos brasileiros mais famosos mundialmente: o Centro Cultural Internacional Niemeyer, “uma praça aberta ao redor do mundo, um lugar para educação, cultura e paz”, nas palavras do própio arquiteto. O complexo é formado por una praça aberta ao público, um auditorio para 1100 espectadores, um mirante e várias salas polivalentes.

“A Espanha Verde”, como é conhecida a região da Asturias tem como principal atrativo natural o Parque Nacional de los Picos de Europa, onde se encontra uma das maiores e mais altas cordilheiras do continente europeu. O lugar é de tirar o folêgo e seu acesso não está permitido à veículos particulares, portando a única via de acesso possível é através de uma linha de ônibus da cidade que conta com uma autorização especial da prefeitura (os ônibus saem de meia em meia hora). Se você quiser conhecer esse impressionante paraíso, recomendo ficar hospedado em Cangas de Onis, uma cidade que além de ser a mais próxima do lugar, oferece aos seus visitantes um leque interessante de opções de restaurantes, bares e lojas.

Como fazer turismo também inclui descobertas gastronômicas, não poderia deixar de falar sobre a culinária asturiana. Seu prato principal é a fabada, feita com feijão branco, diferentes tipos de chouriço e toucinho. (não apta para estômagos fracos). Para quem prefere pratos mais leves, é imprescindível fazer uma degustação de queijos. Pouca gente sabe disso, mas a região da Astúrias possui, sozinha, mais tipos de queijos que a França inteira, sendo os mais tradicionais: Cabrales, Gamonéu, Taramundi e La Peral.

Este ano, percorri de carro todo o litoral de Astúrias, de uma ponta a outra. Com uma extensão de aproximadamente 240km, se trata de um trajeto fácil, curto e agradável. E durante o trajeto parei em vários povoados pesqueiros, cada um mais bonito que o outro, onde pude almoçar peixe fresco com vistas de tirar o fôlego. Para quem quiser tentar a experiência de cruzar o litoral asturiano, são obrigatórias as paradas nas cidades de Luarca, Cudillero, Lastre e Rivadesellas – necesariamente nesta ordem, se você fizer o trajeto no sentido oeste-leste.

A minha dica do mês é essa: visitar a comunidade de Astúrias!


_____________

Eduardo Caamaño Justo é blogueiro e autor de biografias históricas. Seu último livro, a biografia de Harry Houdini, está à venda em português e espanhol. Filho, neto e bisneto de espanhóis, mora há 13 anos na cidade de La Coruña. Veja fotos do Edu e de outros autores do BZ clicando na nossa conta do Instagram. Sigam-nos também no Facebook e no Twitter. Blog Brasil com Z, um site de cultura e turismo, feito por brasileiros expatriados vivendo nos quatro cantos do mundo! 

2 Comentários leave one →
  1. 18/05/2017 13:59

    Belo Poste era o que procurava, venho acompanhando alguns post deste site e estou adorando ler-los.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: