Eve
Berlin, Alemanha

Essa frase, dita pelo presidente dos EUA, John F. Kennedy, quando visitava Berlin em 1963, fez história. Num discurso empolgado em inglês, para dar enfase, falou esta frase em alemão.

A frase fez história por dois motivos. O primeiro porque ele queria dizer, no seu discurso, que se sentia como um berlinense, já que os EUA estavam ajudando a Alemanha Ocidental a se reerguer depois da Segunda Guerra Mundial. E o segundo motivo foi, simplesmente, pelo significado.

Sim, significado. Com a frase “Ich bin ein Berliner”, que literalmente quer dizer “Eu sou um berlinense”, quis dizer, na tradução local: “Eu sou um doce”. Pois é. Talvez Marilyn Monroe dissesse isso, mas nao o presidente dos EUA, né? Ele pagou esse mico…

Se ele quisesse dizer “Eu sou berlinense”, ele deveria dizer “Ich bin Berliner”, como se diz “Eu sou brasileiro”. Pescaram?

E por que um doce?

Porque na Alemanha existe um doce chamado Berliner. Na verdade, ele não se chama Berliner, mas porque ele é de Berlin, moradores de outras regiões da Alemanha o chamam assim. O nome real é Pfannkuchen.

Eu gosto desse doce, porque lembra o sonho do Brasil, aquele pão doce com recheio de goiabada e coberto de acúcar. Em Berlin, o recheio é de geléia de cereja ou morango ou framboesa ou… tudo, menos goiabada.

Gente, deu fome! Vou parar o texto aqui e ir comer um ali. Tschüss!