Skip to content

A Itália dos… burgos e suas sagras!!!

22/05/2015

bz_italia

Carla Guanais – Roma, Itália.

Continuando a a série “A Itália dos…”  aqui no Brasil com Z (quem não leu A Itália dos jardins clique aqui e a Itália dos etruscos clique aqui), pensada especialmente para quem ama a Itália mas acredita que esse lindo país é só a Toscana, com seus campos de parreiras ou então as ruínas romanas.

Hoje, portanto, falo da Itália dos burgos!

Mas o que são os burgos?

A palavra burgo (borgo em italiano), do latim burgus, significa “pequena fortaleza, povoado, cidadela fortificada”.

Do Wikipedia: Os burgos surgiram na Baixa Idade Média, na época da decadência feudal e crescimento comercial e urbano. Os burgos desenvolveram-se pelo processo de troca de produtos entre um feudo e outro. Os produtores levavam seus produtos até o burgo (que ficava “dentro” de um feudo) e lá faziam uma espécie de feira trocando seus produtos por outros ou por dinheiro. Os habitantes dos burgos dedicavam-se ao comércio e à produção artesanal, que era realizada pelo mestre em sua oficina. Seus habitantes eram chamados de burgueses, crescendo em poder econômico de modo que no século XIX formaram a burguesia.

Existem centenas, talvez milhares de burgos só na Itália. E cada um com sua história, característica e charme próprios.

O mais encantador: cada burgo tem seu castelo! Muitos hoje viraram museus, outros são propriedade privada.

Normalmente são localizados em regiões mais isoladas e, na maioria das vezes, no alto de uma colina ou montanha. Eu particularmente adoro explorar os burgos, principalmente aqueles que não perderam quase nada das suas características originais.

Um exemplo deles é o não tão conhecido San Gregorio da Sassola, na província de Roma. Tem 1500 habitantes, fica no meio do verde, tem um enorme castelo que às vezes abre para visitação e é charmosíssimo!

Burgo San Gregorio da Sassola

Burgo San Gregorio da Sassola

San Gregorio da Sassola - RM

San Gregorio da Sassola – RM

Comparo os burgos às favelas de concreto. As casinhas são irregulares, muitas vezes grudadas uma na outra, janelinhas e portinhas, muitas vezes feitas de pedras, velinhas estreitas, como uma vila, onde não passa carro.

Castelo de San Gregorio da Sassola

Castelo de San Gregorio da Sassola

detalhe da arquitetura local

detalhe da arquitetura local

As sagras

Sagras são as festas típicas das cidades, geralmente festejam um produto típico da época, tem comida de boa qualidade e a um bom preço. Muitos burgos promovem as suas sagras para atrair visitantes e turistas, agitar o comércio local, deixando felizes a todos.  Em San Gregorio da Sassola fui na do nhoque ao sugo de ovelha. Delícia!

Sagra do nhoque ao molho de carne de ovelha

Sagra do nhoque ao molho de carne de ovelha

Quer conhecer um burgo e ainda comer pratos típicos locais, procure uma sagra!

Tem vários sites que promovem as sagras (como o Sagreinitalia.it) e muitos outros onde se pode conhecer um pouco sobre os burgos medievais italianos (como por exemplo o Borghitalia.it, que fala sobre alguns dos burgos mais bonitos da Itália).

Se está na Itália turismando, vale a pena alugar um carro e visitar alguns diferentes burgos. Ou aproveitar aqueles que são possíveis ir com meios de transporte, de trem por exemplo.

Uma viagem no tempo, um mergulho na história italiana!!

Vale a pena!

(Está procurando hospedagem na Itália? Clique aqui e faça sua reserva de maneira rápida e confiável).

Carla Guanais é cientista, blogueira e mora na Itália desde 2010, onde está cursando um doutorado. Saiba mais sobre ela clicando aqui.

3 Comentários leave one →
  1. 22/05/2015 9:05

    Nunca tinha ouvido falar das sagras, legal saber !
    Burgueses, burguesia, burgo são palavras bem incorporadas ao vocabulário holandês. Temos também a palavra burgemeester (mestre do burgo) que significa “prefeito” e “burgers” que significa habitantes da cidade, cidadãos.

  2. 26/06/2015 13:51

    Adorei! burgos lindinhos, sagras interessantes e uma bela bambina sorridente!

Trackbacks

  1. Comprar uma casa a 1 Euro na Itália, como funciona? | Brasil com Z

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: