Dag meisjes! Oi meninas! Hoje decidi fazer um post só para as leitoras do blog. Devido ao alto índice de leitura desse post aqui e desse post, enumero aqui o porquê de deixar de ter dúvidas sobre os holandeses serem bom partido. Vamos parar de ficar achando que os homens holandeses são bloqueados, se vestem com descaso e não são bons de papo. Combinado ? Em alguns itens abaixo coloquei fotos de homens holandeses que não necessariamente são da minha preferência. Mas que fazem arrebentar o dique da mulherada.

1) Eles são altos;

Fato: são os mais altos do mundo. Talvez pela combinação de viverem num país abaixo do nível do mar, com uma alimentação à base de laticínios e férias em lugares ensolarados os tenha tornados os mais altos do mundo. Ok, há baixinhos e baixinhas super charmosos na Holanda. Mas aqui é comum encontrar homens e mulheres de 1,90m ou 2m. E vamos e venhamos: homens altos são muito atraentes. A média para as mulheres é 1,69m e para homens 1,89m.

BLOG Xander de Buisonje via musicaljournaal

Cantor Xander de Buisonje, 1,97 m.

2) Eles são de tipos variados;

Sem essa de achar que todo holandês é louro de olho azul. Isso você vê mais em villages na Friesland. Nos grandes centros da Randstad, a maioria da população tem cabelo castanho liso, e olhos azuis. Há vários holandeses de cabelos e olhos castanhos. Lembrem-se que a Holanda há muitos séculos recebe imigrantes judeus e  portugueses. E desde meados do seculo XX são antilhanos, muçulmanos, turcos, indonésios. Os tipos holandeses que andam surgindo dessa mistura são bem interessantes. Há muitas opções variadas para você, leitora, escolher seu favorito.

BLOG Ramsey

Escritor, poeta, ensaísta, libretista, ator, diretor e tradutor Ramsey Nasr: holandês-palestino. 

BLOG Alain

Cantor e produtor Alain Clark: pai antilhano, mãe holandesa

3) São leais; 

Claro que há divórcios na Holanda, mas o número não é expressivo. Principalmente na área artística há divórcios e bafafás. Porém, via de regra,  os holandeses têm poucas parceiras durante a vida e não raro se juntam (não são muito casadoiros) com a primeira namorada da adolescência. E ficam assim a vida inteira. Os holandeses não flertam, não são muito namoradores.

BLOG Michiel

Ator Michiel Huisman. Atualmente está  em Game of Thrones e atuou num filme americano (“The Age of Adaline”) com a Blake Lively. Mesmo cercado de belas atrizes hollywodianas, o casamento com a Tara Elders (atriz holandesa) continua firme e forte. 

4) São bem dotados; 

Várias pesquisas, relatos de andrologistas e “charts” pela internet apontam isso. Mas, bom…  o BZ é um blog família. Vamos portanto para o próximo item:

5) Eles são simples;

Aqui eles não gostam de dramas, estórias complicadas, amores destrutivos, paixões avassaladoras e obsessivas. Pelo menos entre eles não rola muito isso. Pode ser que os bipolares busquem estrangeiras “lokas”  para suprir carências afetivas e ter emoções mais fortes. Vá la saber…No geral eles gostam de mulheres sem muitos mistérios, práticas, decididas e assertivas; um pouco dominadoras até, eu diria (a-hem!). Ver item 7 para mais detalhes. Eles também não gastam muito tempo na hora de se vestir e se preparar para sair, mesmo se a ocasião for muito formal.

BLOG CHris Zeggers

Apresentador e músico Chris Zeggers. Um look sempre muito bagunçado (cabelo de duas cores, mal cortado e despenteado, barba por fazer, jeans rasgado) e um caráter espontâneo e simples demais por meu gosto. Mas um cara super legal! O protótipo do holandês simpático, hip e relax (Cool Dutch). 

6) São gentis com as mulheres;

Com a filhas, com as idosas, com as esposas, com as estranhas que estão fazendo um trabalho pesado. Ajudam na hora do parto, dividem as tarefas de casa, de limpar bundinhas de bebês, de acordar na madrugada para tranquilizar criança com pesadelo… Qualquer mulher desconhecida na rua é tratada de “mevrouw” (minha senhora) e olhada nos olhos. Geralmente um homem holandês chama as amigas da mãe muito carinhosamente de “tantes” (tias), ou “de meiden” (as moças).  Eu, que no Brasil nunca chamei nenhuma amiga da minha mãe de “tia”, chamo algumas amigas da minha sogra de “tante” seguido do primeiro nome – elas preferem assim.  E quando elas estão todas juntas meu marido diz: “Oi, moças!”. Elas sorriem e gostam, nunca o censuraram por isso.

7) A mulher domina;

Rainhas têm reinado absolutas na Casa de Oranje de 1890 a 2013. Os holandeses são bem respeitosos com as mulheres, não fazendo olhares obscenos, comentários depreciativos ou gestos. Um homem não se importa muito se a mulher for mandona (dentro dos limites das boas maneiras e elegância, claro) e sair decidindo tudo pelo casal. Ou for intelectualmente mais preparada que ele. São as mulheres que dão a palavra final de onde e como gastar o dinheiro das férias, se vão fazer um gasto grande (como reformas na casa), quantos filhos vão ter,  ou se os filhos vão fazer atividades extra-curriculares, receber mesada, se amizades serão quebradas, etc.. Infelizmente, as mulheres ainda não dominam na Justiça, na política e nos cargos empresariais mais altos. De qualquer forma, a sociedade holandesa vê o respeito aos desejos e vontades femininos como um sinal de civilização e sofisticação dos modos.

BLOG MAxima

Princesa consorte Máxima Zorreguieta. Argentina, economista, ela era vice-presidente financeiro de um banco em Nova York quando foi apresentada ao futuro rei da Holanda numa festa em Sevilha. Poliglota, extrovertida, muito carismática e sem papas na língua. Que “princesa consorte”, que nada! Para os holandeses ela é simplesmente… rainha!  Ofuscou totalmente o rei Willem Alexander e a imprensa internacional volta e meia diz que ela é a realeza mais culta e intelectual da Europa. Prestigia sempre a moda belga e holandesa. Três filhas criadas bilíngues e muita fome de poder. Foto via eldiario.es

8 ) Sãigualitários: um dos pilares das sociedades holandesa. Já conversei com pastores, diretores de empresa, cientistas… que não foram nada arrogantes nem donos da verdade.  Mesmo se o homem tiver uma profissão de muito status ou um cargo alto – eles não usam isso para impressionar as mulheres em geral. Ao contrário, alguns quando estão apaixonados até escondem da pessoa pelo qual estão interessados que eles tem títulos, diplomas, empregos com muitos benefícios, carros, etc..

9) Não são chatinhos com comida. Muitos holandeses se contentam com um pão com queijo pro almoço. Se as mulheres não gostam de cozinhar (e as holandesa geralmente não gostam) eles assumem comandar a cozinha – geen probleem! As mulheres holandesas gostam muito do interior das suas casas, jardins, plantas, acessórios, pets, compram as próprias flores, etc. deixar tudo muito limpo e aconchegante e não são muito ligadas em cozinhar variadamente.

Louro e de olhos azuis, já ouvi dizer que o cozinheiro estrelado Joris Bijdendijk é metade indonésio (ver item #2 acima). Tem cada vez mais gatos holandeses querendo cozinhar para as namoradas em casa e/ou ser “chef cook” na Holanda. 

10) Não reclamam. Lembrem-se que os holandeses ao longo dos séculos aprenderam a transformar terras alagadas em habitáveis. Alguns povos são muito filosóficos, artísticos, eloquentes, psicologizados… Os holandeses não. Eles são extremamente pragmáticos e técnicos, isso sim.  Se alguma coisa está estragada, quebrada… eles consertam. Tipo: ontem. Dão ótimos engenheiros, são inovadores, colocam a mão na massa. Sempre muito calados.

11) São sinceros e honestos: liberdade e individualidade são um estilo de vida na Holanda. Muitos estrangeiros ficam muito chocados quando os holandeses apontam problemas, buscam “culpados”, e imediatamente oferecem soluções. Tudo com muito distanciamento. Os holandeses são geralmente muito calados mas oferecem a opinião própria quando cutucados, de forma calma, sem dourar os argumentos ou fazer rodeios.  Você pode considerar isso algo super mal educado, mas vamos e venhamos: é sincero.  Num mundo tão cheio de armadilhas, mentiras e manipulações pode ser muito tranquilizador viver no meio de homens sinceros. Pelo menos você não vive nenhuma ilusão nem perde seu tempo.

12) São família e querem estar num relacionamento: os holandeses gostam de ter um equilíbrio entre a vida profissional e pessoal. Pode ser que alguns quando se tornam pais passem a trabalhar menos horas. Com frequência você vê nas ruas casais com o homem segurando um bebê ou empurrando um carrinho de criança – e não a mulher. Também saem direto do trabalho para ir jantar em casa, não saem com os colegas para ir beber primeiro. Se querem ir a um bar, combinam antecipadamente com a mulher primeiro a que horas vão, aonde, quando voltam. E aceitam de bom grado que elas façam o mesmo, que saiam com amigas ou amigos. (ver itens 7 e 11)

BLOG Dirk Kuyt

O jogador de futebol Dirk Kuyt com os filhos (foto:ANP)

13) São frugais: os caras holandeses sabem muito bem quando é a época das liquidações (uitverkoop) nas lojas, aonde você pode estacionar de graça, quando é o caso de barganhar, onde você pode usar cupons de descontos, encontrar algo de excelente qualidade no Marktplaats…  Isso não é ser pão-duro, já que o mesmo cara que economizou no estacionamento gasta saindo para te levar pra jantar fora ou viajar – sem contar os centavos. Os holandeses são um dos povos que mais fazem doações no mundo para caridades e projetos sociais.

14) Eles ficam velhos mas não ficam empenados.

BLOG ELE

“I’ve seen things you people wouldn’t believe. (…) All those moments will be lost in time, like tears…in…rain. Time to die.” (a great sci-fi speech of a dying replicant)

Ator Rutger Hauer. Sério, ele como um andróide tão destemido e ao mesmo tempo tão vulnerável… chorando na chuva segundos antes de morrer… fez meu coração sair do ritmo lá nos anos 80. To-tal-men-te do ritmo. Ainda faz. Isso durante mais de 30 e tantos anos. Anyways…  O que eu vejo aqui na Holanda é que os idosos fazem 80, 90 anos e continuam trabalhando duro no jardim, consertando o telhado, podando árvores e andando de bicicleta pra todo lado. Se ficam viúvos, continuam a buscar uma companheira.  Continuam vitais.

______

Ana Fonseca é casada com um holandês e coautora do livro “Comida de Gringo – sem frescura!” publicado no Brasil pela Constelação Editorial. Siga o instagram dela: @comidadegringo

“Sharing is caring”! Gostou do que leu? Então compartilhe! Agradecemos.

Sigam-nos no Instagram, Facebook e Twitter ! Blog “Brasil com Z”, um blog de expatriados dos quatro cantos do mundo. Que participar do blog? Então arregace as mangas e escreva-nos. É necessário nos enviar uma mini biografia e um texto de apresentação, como explicado nesse post aqui. Entraremos em contato para futuras informações adicionais.