Prática comum entre os estrangeiros que chegam em Londres é reclamar que a comida daqui é ruim e sem gosto. Sem gosto talvez seja mesmo já que os ingleses não são habituados a colocar sal, alho e cebola em tudo como se faz no Brasil. 

Porém, quem acha a comida daqui ruim certamente não se deu ao trabalho de pelo menos experimentar o que a culinária britânica tem à oferecer além do famoso Fish & Chips, um filé de peixe mergulhado numa massa de farinha e frito em óleo bem quente, acompanhado por grossos palitos de batata frita e ervilhas ou purê de ervilhas.

BLOG FIsh and chips

O Sunday Roast é servido aos domingos tanto nos pubs como nas casas de família: carne (frango ou rosbife) e batata assada acompanhada de legumes, molho e Yorkshire Pudding.

Sunday Roast Prato Típico Britânico De Domingo - Blog Brasil com Z @blogbrasilcomz

Imagem por Shutterbug75 de Pixabay

Os ingleses também adoram uma torta: Shepherd’s (carneiro), Cottage (bife) e Fisherman’s (peixe e fruto-do-mar) pies só para citar algumas. Bangers & Mash (linguiça assada com purê de batatas e molho acebolado) é um dos meus pratos favoritos. O Lancashire Hotpot consiste de carne de carneiro cozida com batatas e cebolas, enquanto o Beef Wellington (abaixo) é uma pedaço de filé temperado, envolvido em massa folhada, assado e servido com legumes.

BLOG Beef

 

Para os que estão achando a comida um pouco pesada, você ainda não viram nada. Os doces são à base de muito açúcar, creme fresco e frutas. O conceito “light” realmente não se aplica à culinária britânica. Talvez a sobremesa mais tradicional seja a Apple Pie, simplesmente uma torta de maçã.

BLOG Cheese cake

Os Cheesecakes (foto acima) não ficam muito atrás com vários sabores à escolher. Boa parte dos doces típicos caseiros são bem fáceis de se fazer e são servidos quente: Bread & Butter Pudding, Sticky Toffee Pudding e o Spotted Dick. Certamente o mais enjoativo de todos é o Christmas Pudding (veja abaixo), que felizmente só se come no Natal.

BLOG Christmas pudding

Estes e muitos outros pratos são quase desconhecidos mundo afora, mas são muito apreciados pelos próprios britânicos. Para compensar o excesso de carne e batata nos pratos, as porções acabam sendo não são muito grandes. Não se dá tanta bola para o que se come e sim para o quanto se bebe, e como se bebe; bebem até cair! No entanto, falar da relação dos britânicos com o álcool é tão complicada que vai ficar para um outro post.

Se a culinária britânica não chega ao mesmo nível da francesa ou italiana, pode-se afirmar que os restaurantes deram um passo a mais nos últimos anos com vários deles entre os mais estrelados do mundo. Os programas de culinária na TV promoveram chefs como Gordon Ramsay (foto no inicio desse post), Jamie Oliver e Nigella Lawson entre muitos mais ao posto de celebridades mundiais. A moda do momento é utilizar apenas ingredientes locais, orgânicos e da atual estação no cardápio.
Junte-se à isso o aparecimento dos gastropubs, que são nada mais do que pubs com um ar de restaurante que servem não apenas os pratos tradicionais só que com mais sofisticação, além de pratos tradicionais de outros países adaptados ao gosto da clientela inglesa.

Variedade de restaurantes internacionais como em Londres não existe em lugar nenhum no mundo. Os mais estabelecidos são os das ex-colônias Índia, China, Caribe e Vietnã e também das vizinhas França, Espanha e Itália. De alguns anos para cá, pipocaram restaurantes de comida tailandesa, japonesa, mexicana e mais recentemente comida do leste europeu.

BLOG Chicken tikka

Para o espanto geral, o Chicken Tikka Masala (foto acima) foi recentemente eleito “o verdadeiro prato nacional britânico” por ser o prato mais pedido em todo Reino Unido. Trata-se de nada mais do que o simples prato indiano Chicken Tikka (pedaços de frango marinados em tempero e iogurte e assados no espeto) incrementado com molho de tomate para adaptar-se paladar do povo britânico.

Homemade

Se você é do tipo que prefere fazer sua própria comida, há uma infinidade de supermercados para todos os bolsos que oferecem uma variedade imensa de marcas e qualidade. Entre os mais populares estão Tesco, Sainsbury’s e Asda, onde a maior parte da população faz compras regularmente. Para os mais endinheirados, existem os tradicionais Marks & Spencers e Waitrose. Hoje em dia, muitos deles oferecem corredores inteiros de produtos importados e bancas com frutas exóticas, como o abacaxi, caqui e figo que até pouco tempo eram raros de se encontrar nas prateleiras. Os baratinhos são o Lidl, KwikSave e o Aldi. E se você esquecer algum ingrediente, tem sempre a vendinha do turco na esquina que tem quase tudo o que você precisar até altas horas da noite.

Take-away

BLOG Kebab

Já se você prefere fazer como boa parte dos ingleses, existe a cômoda opção de ligar para o take-away da sua vizinhança e escolher entre pizza, chinês ou indiano e esperar pelo entregador. Para os que não têm muita paciência, pode-se passar na loja de kebab ou pegar um frango frito no KFC e levar pra comer em casa.

Breakfast, Lunch, Afternoon Tea, Dinner & Supper

No café-da-manhã, pode-se optar pelo tradicional Full English Breakfast ou um simples bacon sandwich acompanhado por um caffe latte (café com leite). Muito popular também são as torradas cobertas de baked beans (feijão) ou queijo cheddar derretido, acompanhado de um cup of tea (chá inglês com leite).

BLOG BKF

O almoço é geralmente um sanduíche com um pacote de crisps. Não confunda crisps com chips; crisps são as que chamamos de chips, enquanto chips são as batatas tipo palito sendo as mais finas, como as do McDonalds, também chamadas french fries. Os crisps são a melhor coisa desse país na minha opinião com milhares de sabores e marcas diferentes: queijo e cebola, camarão, sal e vinagre, churrasco, pimenta vermelha etc. Voltando ao almoço, muitos optam por uma salada ou os sem-tempo compram uma refeição pronta para esquentar no microondas. É nessa hora que o McDonalds e o Burger King lotam com o povo chegado num hambúrguer com batata frita (fries, não crisps!). Enfim, come-se qualquer coisa rápida só para encher o estômago mesmo.

BLOG afternoon tea

O tradicional Afternoon Tea é geralmente servido em hotéis ou casas de chá na parte da tarde. Além da escolha de chá, são servidos mini-sanduíches de pepino e salmão defumado, scones (maravilhoso pão doce amanteigado recheado de com clotted cream e geléia), biscoitos e pedaços de bolo. Nos lugares mais  refinados, serve-se também uma taça de champanhe. O jantar é a principal refeição e nos restaurantes é dividido em três partes: starters (entrada), main course (prato principal) e dessert (sobremesa). Alguns chamam dinner o jantar formal e supper o jantar informal. Para confundir um pouco, em algumas partes da Grã-Bretanha, chama-se almoço dinner enquanto o jantar é tea. Para complicar ainda mais, em outras partes o supper é a ceia, uma refeição leve feita logo antes de ir dormir.

Se não que consegui convencer ninguém do valor da culinária inglesa, ao menos tentei!

Veja outras postagens sobre a culinária inglesa:

“O café-da-manhã inglês” clique aqui.

“O chá inglês” clique aqui.