Skip to content

Carnaval de fantasias e gostosuras

24/02/2017

bz_italia

 

Carla Guanais – Roma, Itália

Não sou muito fã de carnaval. Mas gosto sim, e muito, de conhecer diferentes tradições, e não é diferente em relação a essa festa.

No Brasil tive a oportunidade de conhecer o de Olinda e de Recife e, sou curiosa pra ver a muvuca em Salvador, mas confesso que não é uma coisa que aguentaria todos os dias, muito menos todos os anos.

Na Itália, foi somente em 2012 que tive a oportunidade de ir ao Carnaval de Ivrea, o da guerra das laranjas. Que, na minha opinião, é o mais diferente de tudo o que possa se imaginar sobre carnaval. Escrevi sobre a experiência no meu blog (leia em Ivrea e lo storico carnevale).

O carnaval na Itália, seja guerra de laranja, máscaras ou carros alegóricos, é fantasia! Voltar no tempo, ser outra pessoa, curtir em família, com as crianças… Sim, o carnaval é muito mais focado nas crianças. Nos supermercados e lojas tem tudo de carnaval para i piccoli , fantasias, confetes, spray de espuma ou borracha, maquiagens para pintar o rosto, acessórios e muito mais. Tem também para adultos claro, mas o foco é mesmo nas crianças.

I bambini (foto: www.mlmagazine.it)

I bambini (foto: mlmagazine.it)

Algumas cidadezinhas são tão radicais quanto a querer prevalecer a ordem e paz pública que proíbem que adultos se fantasiem e brinquem o carnaval pelas ruas, como é o caso da cidade de Polla, em Salerno, sul da Itália, que limitou a fantasia e máscaras apenas para crianças e adolescentes até 14 anos no máximo.

Outra coisa, não é feriado no carnaval. Tudo funciona normalmente. E esse ano tem ainda uma particularidade, a data cai muito próxima do dia dos namorados (San Valentino), então muitos bailes de carnaval terão o tema “namorados”, podendo então envolver muito mais os adultos na festança.

A terça feira de carnaval, apesar de não ser feriado, é chamada de martedì grasso (terça gorda), pois é o último dia antes da quaresma para comer alimentos pesados e gordurosos, ou seja, tudo aquilo que não se deveria comer durante a quaresma (laticínios, carnes e ovos). Apesar das tradições, as gerações atuais não respeitam mais o sacrifício da quaresma, (imagino o quanto seria difícil com todas essas gostosuras italianas, não? rs).

Em Milão particularmente, se comemora o sabato grasso, chamado também de carnevale ambrosiano, quatro dias depois da terça gorda, pois segue o calendário ambrosiano (a quaresma começa no domingo seguinte).

Aqui em Roma onde moro atualmente, o carnaval é comemorado em várias ruas e praças famosas com espetáculos de teatro e circo. Artistas de rua, seja com teatro ou música. Para ver toda a programação de Roma clique aqui.

Outra curiosidade do carnaval italiano que, falando em Itália é sempre presente, a culinária! Sim! Existem doces típicos do carnaval. Todas as docerias preparam esses doces somente nesta época do ano. E são uma delícia! Os mais famosos são le chiacchiere e le castagnole. 

Receitas pra quem quiser se arriscar a fazer:

Le chiacchiere

São tiras de massa crocante e delicada típicas do período de Carnaval e são chamadas por nomes diferentes, dependendo da região de origem: chiacchiere e lattughe (rumores e alfaces) na Lombardia, cenci e donzelle  na Toscana, frappe e sfrappole em Emilia e Lácio, cròstoli em Trentino, galani e gale em Veneto, bugie (mentiras) em Piemonte, bem como rosoni, lasagne, pampuglie, etc. São doces muito quebradiços, obtidos sutilmente puxando uma massa simples,  frita e polvilhada com açúcar em pó para o toque final. A sua forma rectangular, com dois cortes centrais, faz com que le chiacchiere sejam inconfundíveis e, desde tempos imemoriais,  são cobiçadas por jovens e adultos.

Ingredientes: 50 g de manteiga; 70 g de açúcar; 3 ovos inteiros mais uma gema; 30 mL de grappa (pode ser pinga); 500 g de farinha de trigo; 6 g de fermento químico; 1 pitada de sal; essência de baunilha. Para fritar: óleo de sementes de amendoim. Para decorar, açúcar de confeiteiro.

Le chiacchiere

Le chiacchiere

Preparo: Bater os ovos,  acrescentar a farinha com o fermento, o açúcar e a grappa. Colocar algumas gotas de essência de baunilha (ou similar) e acrescentar a manteiga. Por 10 minutos amassar bem, se precisar  para dar um ponto maleável à massa, acrescentar um pouquinho de água. Depois, envolver em plástico filme e deixar repousar por 30 minutos. Abrir a massa, cortar em retângulos fazendo dois cortes centrais (separados um do outro) e fritar em óleo quente. Polvilhar o açúcar e pronto! Quer ver a receita em italiano com vídeo? Clique aqui.

Le castagnole

Castagnole, Zeppole, Tortelli Milanesi, são alguns dos nomes pelos quais são chamados esses doces de Carnaval: são  doces típicos da Romagna, com a forma de pequenas castanhas e o interior macio, facilmente disponíveis em todas as padarias e docerias no período de carnaval. Apesar da origem romagnola, as castanholas, assim chamado pela sua forma, que lembra vagamente o de uma castanha, são preparadas e apreciadas em muitas regiões da Itália, embora com nomes diferentes e com pequenas variações de ingredientes.

Ingredientes (30 unidades): 200 g de farinha de trigo; 50 g de açúcar; 40 g de manteiga; 2 ovos; 8 g de fermento químico; 1 pitada de sal; 1 colher de licor de aniz; baunilha; raspas de limão.

Le castagnole

Le castagnole

Preparo: Misture todos os ingredientes até obter uma massa macia e compacta. Deixar descansar por 15 minutos, depois abrir e formar rolinhos, cortar em pequenos pedaços do tamanho suficiente para fazer as bolinhas. Fazer dois cortes em forma de cruz e fritar (como bolinho de chuva).  Podem ser recheadas com um tubo tipo seringa com creme de chocolate, creme branco, geléia, como quiser! Ou somente comê-las polvilhadas com açúcar de confeiteiro (para ver a receita em italiano clique aqui).

Humm! Eu, como buona mangiona, do carnaval fico com a parte das gostosuras, hahahhah!

Buon carnevale a tutti!!

Arrivederci!

___________________

* Carla Guanais é cientista, blogueira e mora na Itália desde 2010, onde cursa um doutorado. Saiba mais sobre ela clicando aqui. Veja fotos da Carla e dos outros autores seguindo nossa conta no Instagram. Para atualizações de postagens e dicas de turismo, viagens e vida no exterior sigam-nos no Facebook e Twitter

5 Comentários leave one →
  1. 13/02/2015 9:23

    Sempre tivemos vontade de ir ver a festa em Veneza. Quem sabe ano que vem damos um pulo lá.
    Mas o que estou ainda mais curioso é nessas duas receitas Le chiacchiere & Le castagnole. Claaaaro que vamos fazer alguns testes aqui. 😉

    • Carla Guanais permalink
      13/02/2015 12:26

      😛 então depois conta se ficaram boas!!! rs baci

  2. 13/02/2015 11:20

    sim! Carnaval para as crianças! para que possam viver os sonhos e fantasias que suas vidinhas de bambini moderni não lhes permite.

    foi um tempo, quando havia jogos e brincadeiras e que o carnaval era cor e festa. Sabemos que, no Brasil (e não só, mas lá é demaaaais)p^mbvê®ø}—> Zoentje também acha.

    fico muito contente de saber que ainda existem verdadeiros carnavais!
    obrigada, Carla!

    • Carla Guanais permalink
      13/02/2015 12:25

      Verdade Touché, infelizmente no Brasil virou sinônimo de bebedeira, pouca roupa e sexo! 😉 Grazie a te!

      • 14/02/2015 10:22

        pois é, Carla: a indústria do carnaval vende vulgaridade.
        e tem muito comprador. Pena.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: