Pular para o conteúdo

Aproveite o inverno alemão

29/01/2019

Lilian Nosralla – Berlim, Alemanha

Janeiro e fevereiro são os meses mais frios em Berlim, é também neste período que a neve aparece mais e você precisa redobrar os cuidados pra evitar o danado do winter blues (depressão de inverno), já que as festas e comilanças de Natal e Ano Novo já passaram, as decorações e luzinhas já foram retiradas e só sobra a dura realidade da paisagem fria cheia de àrvores sem folhas pra olhar, enquanto seus amigos estão no Brasil postando fotos da praia no Instagram e combinando o que fazer no Carnaval (olha o drama!).

Mas enquanto o calor não volta, é importante que quem escolheu morar no hemisfério norte se adapte e aprenda a curtir o inverno tanto quanto o verão. Não adianta nada ficar reclamando do frio e da escuridão todo ano.

Sofázinho aconchegante pra curtir o frio à beira do canal Landwehr em Neukölln.

Após sobreviver à 4 invernos deste lado do mundo aprendi algumas coisinhas e resolvi compartilhar com os coleguinhas tropicais. Espero que as dicas sejam úteis para quem estiver planejando morar em algum país da Europa ou apenas quer fazer uma viagem durante o inverno e realizar o sonho de ver neve.

 

1. Cuide da sua casca

Muito se fala sobre como se vestir no inverno, usando várias camadas de roupas, tecidos com tecnologia pra manter os corpos aquecidos, segundas peles, mas e a primeira pele? A nossa primeira camada de proteção contra o frio? Ela também precisa de cuidados.

Enquanto eu morava no Brasil eu sempre tive pele oleosa e problemas com acne, por isso evitava ao máximo usar qualquer hidratante e praticamente lavava o rosto com loção adstringente.

Quando me mudei pra Europa, no meu primeiro inverno vi a minha pele ressecar a ponto de descamar. Imagina o meu desespero!


Eu sobrevivendo a mais um inverno em Berlim.

Além de eu estar exposta a um clima completamente diferente do que eu estava acostumada no Brasil ainda tinha que lidar com a água aqui que quando tratada fica muito alcalina e com resíduos de calcário. Com o tempo aprendi a cuidar para que isso não resseque tanto a minha pele e o meu cabelo.

Minha rotina de cuidados com a pele é bem diferente no inverno e no verão e os cosméticos que eu uso também não são os mesmos. Durante o inverno, seguindo a tendência coreana e de várias vlogueiras de beleza, eu não lavo o rosto quando acordo, apenas limpo com uma água miscelar ou uma loção, depois passo um serum (a marca não importa muito, importa que você goste), passo um bom lipbalm e depois um hidratante, de preferência específico para inverno e com proteção solar. Não esqueça de usar os mesmos produtos no rosto, pescoço e colo.

Na foto: água miscelar, creme para mãos, lip balm e hidratante para o rosto.

Sempre que lavo as mãos eu uso um sabonete líquido já com alguma hidratação e depois besunto a mão inteira com um hidratante específico para as mãos. Também uso luvas ao lavar a louça porque ninguém merece essa água na pele e muito menos o detergente.

hande.JPG

Sabonete líquido e hidratante para as mãos.

Meu chuveiro tem um filtro anti-calc, mas mesmo assim a água ainda é muito alcalina. No chuveiro eu sempre uso um sabonete mais suave pra lavar o rosto ou uma espuma facial. Quando saio do banho passo hidratante no corpo inteiro, se possível com uréia, passo algum leave-in nos cabelos, borrifo água termal no rosto pra “tirar” a água do chuveiro e de novo aplico um serum e um hidratante. A marca dos produtos não importa muito, use o que você gosta. Acho válido procurar um dermatologista pra te ajudar a escolher os produtos mais adequados para o seu tipo de pele.

nacht

Na foto: lip balm, água termal, espuma de lmpeza facial, serum, óleo hidratante, hidratante noturno e hidratante para todas as horas.

Parece muita coisa, mas depois que você acostuma vira um hábito tão simples quanto escovar os dentes.

E se você tem filhos, os pequenos também precisam de cuidados com a pele, hidratante no corpo após o banho e hidratante pra proteger a pele do frio e do vento pra sair durante o dia. O frio e o vento às vezes são tão intensos que causam queimaduras na pele das crianças.

Na foto: cremes pra proteger o rosto do frio e do vento, hidratante corporal e hidratante de farmácia de manipulação.

2. Cuide da sua cabeça

A falta de luz e o frio vão fazer você querer ficar na cama o dia inteiro comendo chocolate. Resista!

Continue saindo de casa e fazendo suas atividades normalmente. Se puder faça uma caminhadinha todos os dias enquanto há luz solar, isso vai ajudar a sua cabeça a não enlouquecer.

Um dia eu vou ter energia pra correr no parque todos os dias.

Não deixe de fazer as coisas por causa do frio, vá ao cinema, vá aos museus, vá a restaurantes e bares, vá para a balada, vá à academia ou onde mais você tiver vontade de ir. Todos os lugares fechados tem aquecimento, o desafio será apenas enfrentar o frio até chegar ao destino.

Mas se a vontade de ficar em casa maior, aproveite o período pra assistir um bom filme ou ler um bom livro aconchegado no seu canto preferido. Só não pode ficar na cama comendo chocolate o dia inteiro!

3. Cuide da sua saúde

Preste atenção no que você come. Não precisa comer salada todos os dias, mas apesar da vontade de comer só carboidratos e comidas gordurosas aumentar bastante no inverno, você precisa continuar comendo frutas, legumes e verduras o ano inteiro.

Comida indiana é muito boa durante o inverno! Foto: thestand-online.com

Cuide-se por dentro pra aguentar o que vem de fora.

No inverno a falta de luz solar é um problema maior do que o frio. Com a falta sol você pode ficar com falta de vitamina D, é bom fazer um exame de sangue pra checar e perguntar ao médico qual a dosagem que você precisa repor. A falta de vitamina D diminui a absorção de cálcio pelos ossos, aumenta a pressão arterial, agrava diabétes, causa problemas dentários, dá fraqueza muscular, fadiga, sonolência, depressão entre outros problemas.

Se você precisar tome suplementos de vitamina D, magnésio, zinco, cálcio e espirulina. Eles vão te manter com energia e saudável durante os meses frios e sem sol.

Quer saber mais?

Se você quer saber mais dicas de sobreviência no inverno Europeu leia também os posts da Ana Fonseca, da Cris Schlup e da Manaira Araújo.

E pra encerrar o meu post vou deixar vocês com uma receitinha bem gostosa e bem alemã que eu aprendi a preparar aqui em Berlim e que leva como ingrediente principal o pimentão ou páprica. Os alemães são tão loucos por páprica que tem até salgadinhos sabor páprica nos mercados. Viel Spaß 😉

Receita pra aquecer o inverno: Molho de páprica

Ingredientes:

  • 1 colher de azeite
  • 1 cebola pequena picada
  • 1 pimentão vermelho
  • 1 pimentão amarelo
  • 1 pimentão laranja
  • 1 colher (sopa) de polpa de tomate
  • 1 colher de páprica em pó
  • 1 pitada de sal
  • 1 lata de creme de leite (se estiver na Alemanha – 1 pote de Sahne)

Preparo:

Refogue a cebola no azeite, acrescente os pimentões picados em cubinhos. Adicione a polpa de tomate, a páprica em pó, o sal e o creme de leite e deixe cozinhar um pouco.

Pronto! Jogue o seu molho sobre uma porção de arroz ou massa e Guten Appetit!

Você também pode acrescentar ao molho peito de frango picado e já cozido, em cubinhos.

 

__________________

Lilian Nosralla é de São Bernardo do Campo, UX  designer formada em Comunicação Social. Mora em Berlim desde 2016. Para saber mais sobre ela e o blog pessoalvisite a mini biografia.

Blog “Brasil com Z”, um site feito por brasileiros expatriados vivendo nos quatro cantos do mundo! Para atualizações diárias, sigam-nos no FacebookTwitter e Instagram. Agradecemos. 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: