Skip to content

Delícias bávaras para as quatro estações

02/02/2017

bz_alemanhaManuela Marques – Munique, Alemanha

Se a culinária bávara é conhecida por uma certa falta de sofisticação com suas salsichas, batatas e joelhos de porco, podemos também atestar que temos muitas delícias para aproveitar na Baviera. Apesar de certos pratos estarem disponíveis em todas as estações do ano – como as salsichas – existe muito o aspecto sazonal que nos traz aspargos na primavera, morangos no verão e abóboras no outono. Cada estação tem algo especial e, mesmo com as mais avançadas tecnologias que nos oferecem alimentos fora-de-estação, por aqui procura-se apreciar o ritmo da natureza, e portanto cada estação significa um festival de legumes e frutas frescas e perfumadas, ingredientes perfeitos para uma culinária que te surpreenderá!

inverno_gluhwein

Glühwein: todo inverno tem.

Inverno

A comida é uma das armas principais para combater o Winter Blues (¨tristeza de inverno¨), como minha colega Cris Schlup divulgou. A estação gelada requere mais calorias, ficamos também mais em casa, e então nos deixamos levar pelas comidas mais pesadas. A estação de comidas que mais parecem um tijolo no estômago começam com os mercados de natal, com uma grande variedade de petiscos rápidos como salsichas (é claro!), Reibekartoffeln com mousse de maçã (uma espécie de bolinho de batata frito), crepes doces e salgados, entre outras delícias. O vinho quente tradicional, o Glühwein, é essencial. Na criatividade alemã de criar opções quentes de drinks famosos, existe também caipirinha quente. Fique à vontade para provar!

inverno_salsicha_mercado-natal

Salsichas num mercado de natal. 

inverno_spatzle

Späztle

Os clássicos da culinária bávara (e alemã) como joelho de porco e salsichas, servidos com variações de batatas (frita, cozida, assada ou na forma de um “nhocão” chamado Knödel) são pratos perfeitos para uma dieta calórica e para os carnívoros de plantão. O pesadíssimo Späztle (que na verdade provém da província de Schwaben), uma massa com bastante queijo e cebolas, também satisfaz o estômago e ainda por cima é uma das raras iguarias vegetarianas. Sopas também são uma grande sensação, principalmente a sopa de batata (que novidade!) com salsichas. O famoso Apfelstrudel também é bastante popular no inverno, principalmente com uma xícara de café.

Primavera

Quando os dias vão ficando mais longos e o clima mais ameno, pratos mais leves são os preferidos. As saladas começam a entrar em cena, mas o papel principal da estação primaveril é desempenhado pelos aspargos – brancos e verdes – que os bávaros simplesmente A-D-O-R-A-M.

primavera_mousse_aspargos

Mousse de aspargos verdes

Dezenas de receitas usam os aspargos como ingrediente principal, desde sopas e saladas até aspargos cozidos com molho Béchamel, aspargos com presunto parma, aspargos com… tudo o que você imaginar! Até mesmo mousse de aspargos existe, tanto é a obsessão dos locais com esse legume.

Asparagus with ham and potato

Aspargos com presunto, batata e molho Béchamel

primavera_omelete_aspargos

Típico prato de primavera: omelete com aspargos

Verão

É no verão que vemos ainda mais variedade na culinária bávara. Com o tempo quente, as pessoas passam menos tempo dentro de casa e frequentam os famosos Biergartens, onde pode-se levar sua própria comida (deve-se apenas comprar as bebidas – geralmente cervejas – no local). A cultura do Biergarten, com sua culinária própria, nos fazem continuar consumindo salsichas, joelho de porco e afins, assim como nos deliciamos com peixes de água doce defumados como Forelle e Makrele. Vemos um festival colorido que enfeita as mesas em cada refeição, de saladas sofisticadas até  rabanetes e legumes cortadinhos presentes nos piqueniques de famílias e amigos.

verao_colher-morangos

verao_churrasco-em-parques

Grelhados no verão alemão

verao_biergarten

Bávaros – e alemães – também adoram churrasco, e levam todos os apetrechos para grelhar salsichas e steaks para áreas verdes. Existem por aqui mini-churrasqueiras portáteis, as quais podemos levar no metrô ou até mesmo de bicicleta.

É no verão também que se consomem bolas e mais bolas de sorvete, sendo que qualquer quiosque servindo sorvete com certeza terá filas quilométricas. Mas o highlight mesmo fica com os morangos, a sensação do verão. Crescendo em campos dentro e fora da cidade, é uma prática comum colher seus próprios morangos na plantação e pagar pelo peso. São esses os morangos mais saborosos que você poderá experimentar!

Outono

Quando as temperaturas abaixam, a majestade da abóbora entra em cena. A rainha da estação mostra-se em muitas variedades, como a hokkaido e a butternut. Assim como os aspargos na primavera, todos os tipos de receitas são possíveis com abóboras: sopas (muito popular), quiche, risotto, purê, saladas. A abóbora simplesmente estará omnipresente nos cardápios de restaurantes, no supermercado, até mesmo estarão à venda ao ar livre por agricultores independentes em cada esquina.

outono_sopa-abobora

outono_quiche-abobora

outono_abobora_assada

E não só para comer que a abóbora está disponível nessa estação: na Alemanha é cada vez mais comum celebrar o Halloween, e portanto muitos a compram para dar um toque de dia das bruxas em suas casas.

Aproveite as delícias de cada estação na Alemanha, pois cada uma tem algo especial para oferecer!

________________

Manuela Marques Tchoe tem 36 anos, é diretora de marketing e escritora nas horas vagas. Para saber mais sobre ela e o blog pessoal o Baiana da Baviera  clique aqui. Para atualizações diárias, sigam-nos no Facebook, Instagram e Twitter. Quer participar do “blog Brasil com Z”? Envie-nos um e-mail para blogbrasilcomz@gmail.com informando-nos da sua motivação e dois textos:  uma minibio, e um texto de apresentação. Entraremos em contato com os melhores candidatos para trocar mais informações e, quem sabe, convidar para participar do blog.   

One Comment leave one →
  1. 02/02/2017 8:11

    Muita coisa parecida com a Holanda. Não temos Biergarten, joelho de porco nem Späztle. De resto, tudo igual. E holandês adora aspargos, como sopa, ou o clássico com molho holandês, batatas presunto e ovos cozidos. Verde ou branco, é um legume muito especial. Está a cada ano mais e mais caro, e mesmo importando do Perú, fica caro. Outra coisa é que na Holanda tem muito peixe bom, gordos e de água geladas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: