Itália

100 observações de uma brasileira na Itália

bz_italiaCarla GuanaisRoma – Itália

São 4 anos de Itália. 4 anos de blog Sonhos na Itália contando curiosidades, vida e como funcionam as coisas por aqui. Morei em Milão, norte da Itália e atualmente moro em Roma, região centro/sul, tem muitas diferenças, justamente porque a Itália não é uma só. Somente há 150 anos foi unificada. É um país rico, muitas culturas e costumes diferentes. Mas hoje faço aqui minhas 100 observações da Itália que eu conheço.

Comportamento/Costumes/Cultura:

italia

1 – Aqui na Itália beijinho no rosto são 2, começa dando o lado direito, depois o esquerdo, ao contrário do Brasil. Mas beijinho no rosto só depois de certa intimidade, quando se conhece só aperto de mão mesmo.

2 – E beijinho no rosto não é sempre que se encontra que dá. Quem se vê todo dia e em um grande grupo, não se dá beijinho em cada um, mas sim um oi geral. Beijinho dá mesmo quando tá muito tempo sem ver, daí abraça também. E homem também dá beijinho no rosto de outro homem, sem problemas.

3 – Italiano é muito patriota e é comum ver bandeiras italianas nas janelas das casas, na sacada, no carro, etc. Mesmo se não for época de copa do mundo.

4 – Aqui na Itália não tem fila em banco, correio ou serviço público, tem a senha ou então você pergunta quem é o ultimo e fica de olho nele para saber quando será a sua vez.

5 – Idosos não têm preferência na fila, mas gestantes e portadores de necessidades especiais sim. Somente os supermercados têm caixa especial.

6 – Na Itália que eu conheço, quase todo mundo gosta de dançar, e nenhum está aí pro que o outro vai pensar, se sabe ou não dançar, o importante é soltar o esqueleto.

7 – Aqui a sexta-feira 13 não é dia de azar. O dia agourento é a sexta-feira 17.

8 – Por aqui é raro um amigo te convidar para visitar sua casa. As reuniões sociais são feitas normalmente nos bares.

9 – Por aqui as pessoas costumam te parabenizar no dia do santo que tem o mesmo nome que o teu, é chamado de ¨onomástico¨.

10 – Muitas coisas são self-service, em italiano: fai-da-te. Colocar combustível no carro, lavar o carro no lava rápido, pedágio, lavanderia, máquinas de cigarro nas ruas, máquinas de produtos farmacêuticos, caixas de supermercados onde vale também a honestidade, você passa no caixa e faz tudo sozinho, inclusive  o pagamento.

11 – Em geral, o turismo do italiano é gastronômico, ir à alguma outra cidade ou região e experimentar as delícias da culinária típica local.

12 – Aqui bar com música ao vivo é coisa rara.

13 – Nos bares e baladas a bebida custa caro, e normalmente se pede uma caneca de cerveja de 500 mL e fica só com ela a noite toda.

14 – Aqui o happy hour é o aperitivo. Paga um valor fixo para uma bebida e um buffet de comida à vontade. Mesmo quando o bar não tem o aperitivo, normalmente servem batatinhas e azeitonas pra quem consome bebida.

 15 – A Itália é abundante em água e pelas ruas se existem tantas bicas de água potável sempre fresquinha. Por isso, ter sempre uma garrafinha vazia na bolsa é uma boa pedida pra quem tá turismando.

16 – Aqui na Itália se fuma muito e, é mais comum o cigarro de tabaco solto. Compra-se o tabaco, a seda e o filtro e cada um ¨monta¨ o seu.

17 – Aqui na Itália os bares só podem ficar abertos até as 2 da madrugada. Somente as discotecas fechadas (e isoladas acusticamente) podem ficar abertos madrugada adentro.

18 – Aqui na Itália um dos índices para medir a crise do país é  a porcentagem de italianos que viajaram nas férias de verão.

19 – As férias de verão aqui (agosto) são praticamente férias coletivas. Todo mundo vai viajar pra algum lugar e é comum as pessoas perguntarem para onde você vai.

20 – Aqui na Itália, quando nasce uma criança, se coloca um laço de fita azul ou rosa no portão do prédio ou da casa. E quando se casa, se coloca uma fita branca na antena do carro.

21 – Aqui na Itália o norte do país é a região mais rica e o sul a mais pobre. E tem o mesmo tipo de preconceito que tem no Brasil de pessoas sul/sudeste com as do norte/nordeste.

22 – Aqui na Itália o italiano é a língua oficial há 153 anos. Com a unificação italiana o dialeto toscano literário de Dante Alighieri foi definido como língua oficial do país. Na época somente 1 italiano em 100 falava a língua. Existem centenas de dialetos no país, ainda muito falados. Leia mais.

23 – Aqui na Itália o que se come ao sair da balada é o brioche/cornetto (croissant doce) recheado de creme, nutella ou geléia.  Existem várias lojinhas de doces abertas de madrugada.

24 – Aqui na Itália a vida ao ar livre é muito valorizada, principalmente no norte do país. Portanto parques e praças são sempre muito aproveitados, principalmente na primavera e verão.

25 – Aqui na Itália ainda não é reconhecido o casamento de pessoas do mesmo sexo. Mas há muita pressão para que isso mude logo.

26 – Aqui na Itália a maioria das universidades são públicas mas isso não quer dizer que são gratuitas. Existem taxas anuais obrigatórias que variam de acordo com a renda familiar do aluno, podendo ter isenção se a renda for muito baixa. Leia mais.

27 – Aqui na Itália, muitos cursos universitários têm número de cadeiras aberto, ou seja, não tem um vestibular, todo mundo pode assistir aula, mas só passa de ano claro, quem pagar as taxas, se inscrever nas provas e as superar. Portanto, é muito comum turmas do primeiro ano ter mais de 200 alunos.

28 – Aqui na Itália  a nota na universidade varia de 1 a 30 e normalmente, 18 é a média.

29 – Aqui na Itália todos os museus nacionais são gratuitos um domingo por mês.

30 – Por aqui a arquitetura histórica é abundante, é o país com o maior número de Patrimônios da Humanidade da UNESCO do mundo.

31 – Aqui na Itália, de um modo geral, os salários são mais ou menos dentro de uma mesma faixa, e além do 13º tem o 14º salário (um em nov/dez e outro em jul/ago).

32 – Aqui na Itália boa parte da população é idosa. 1 a cada 3 italianos é idoso e recebe aposentadoria.

33 – O índice de mortalidade italiano é maior do que o de natalidade.

34 – Aqui na Itália a TV pública é a Rai, tem mais de 20 canais na TV aberta. Vários canais jornalísticos, variedades, só filmes, só seriados, só desenho, só música. Como todo serviço público se paga uma taxa anual, que girava em torno dos 120 euros agora com a reforma será de 80 euros anuais. Baixa renda não paga.

35 – Por aqui se vê muito mais a participação da mulher na sociedade do que no Brasil. Tem muita mulher na política, na TV em programas jornalísticos e políticos (e não só de culinária ou programa de variedades), nas universidades e ocupando cargos importantes. Mas a nível europeu a questão da igualdade de gênero italiana ainda está muito abaixo da média.

Saúde e alimentação:

CAPPUCCINO
cappuccino e cornetto

36 – Aqui na Itália o café da manha é doce. Biscoito doce ou o clássico brioche/cornetto recheado e acompanhado de um cappuccino ou só o café mesmo.

37 – Por aqui sempre se toma café depois das refeições (e dizem que é pra tirar o bafo de comida). E às vezes um digestivo também cai bem, principalmente depois do almoço ou jantar (amaro, limoncello, grappa). Leia mais sobre o café italiano aqui.

38 – Muitos tomam o café pela manhã, com um pouco de grappa, chama-se  caffè corretto.

39 – O tempero mais comum nos pratos italianos é a salsinha (prezzemolo).

40 – Aqui na Itália a maioria procura ter uma dieta equilibrada, se comeram carboidrato no almoço, no jantar só proteina e vice-versa.

41 – Mas no fim de semana, vale sair da dieta e fazer pelo menos uma tradicional refeição “primo, secondo, contorno e dolce”, ou seja, um prato de massa, outro de carne e um acompanhamento de verdura ou legumes e o doce claro!

42 – Ah sim, por aqui não se come tudo no mesmo prato, cada prato é servido separadamente, massa, depois a carne e por último a salada.

43 – Alguns ainda fazem o tal do “spuntino ou merendina” (um lanchinho) entre as refeições .

44 – Aqui na Itália pausa café é muito comum no trabalho, e são várias durante o dia.

45 – Italiano dá preferência pra produto nacional, importados aqui têm sinônimo de baixa qualidade.

46 – Italiano é bem tradicional e gosta de ir à feira toda semana.

47 – Quando se sai pra jantar em um grupo de amigos se costuma pagar à romana, ou seja, a conta é dividida igualmente para todos, independentemente se o consumo de cada um for diferente.

48 – A pizza aqui é de tamanho individual, tem a clássica napolitana de borda alta e a fininha e crocante romana.

49 – A bebida que acompanha a pizza mais frequentemente aqui é a cerveja.

50 – E, aqui na Itália, a bebida que acompanha o churrasco é o vinho. Leia mais.

51 – A Itália é o país que mais consome pão, na europa. Não é consumido no café-da-manhã, mas sim no almoço e jantar.

52 – A pizza por aqui também é fast-food. Além da tradicional redonda individual, tem a trancio, pedaços quadrados de recheios variados.

53 – Aqui na Itália, por ser um país muito agrícola, a alimentação muda de acordo com as estações do ano, seguindo a natureza. Hortaliças e frutas com bastante água no verão (abobrinha, beringela, melancia e melão) e no inverno muita vitamina C para prevenir a gripe (laranja, pompelmo, mexericas e kiwi).

54 – Aqui na Itália se cozinha macarrão sem óleo e na água se coloca sal grosso.

55 – A culinária italiana é uma das mais famosas do mundo e não é muito elaborada. O segredo está nos ingredientes simples e frescos.

56 – Aqui, na saúde pública, todo mundo tem um médico de família para ser atendido sempre que tiver algum problema, é gratuito. Quando é preciso fazer algum exame ou passar em um médico especialista deve ser recomendado pelo médico de família e para estes, se paga um ticket de valor máximo de 36 euros. Em alguns casos se pode obter a isenção dessas taxas.

57 – O serviço de saúde pública não funciona bem em todas as regiões italianas. Lombardia é considerada a melhor de toda a Itália, mas mesmo assim, algumas consultas com especialistas (endocrinologista por exemplo) pode demorar até 3 meses para serem marcadas. Em Roma, esse tempo muitas vezes é o dobro!!

58 – Na Itália não existem planos de saúde privados. Mas se pode fazer uma consulta particular pagando um pouco mais do que se pagaria com um ticket público (às vezes bem mais). O que se usa muito por aqui são as promoções de consultas médicas do site Groupon.

59 – Grávida é isenta de todas as taxas de exames e consultas durante todo o pré-natal. E, após ter o bebê, recebem do governo um ¨cheque¨de pouco mais de 1500 euros para os primeiros gastos com o bebê.

60 – Parto normal aqui, na maioria das vezes, é prioridade. Cesárea só em caso de gravidez de risco.

61 – A Itália é famosa pela medicina preventiva, portanto é normal ir ao médico e ele recomendar não sair de casa ou não deixar de comer ou fazer alguma coisas. Remédio só em último caso.

62 – Dentista aqui é caro e muitos ficam anos sem visitar um. Por isso é comum ver italiano banguela ou com um (ou alguns) dente podre.

63 – Aliás, aqui nas propagandas de pasta de dente fala que os dentistas recomendam escovar os dentes 2 vezes ao dia. :/

 Em casa:

wc-turca
WC turca

64 – Aqui na Itália não existe chuveiro elétrico, a água é aquecida pela caldeira elétrica e a gás e é distribuída nas torneiras e chuveiro.

65 – Por aqui a maioria das casas não têm box com chuveiro, mas sim banheira.

66 – E aqui na Itália a maioria dos banheiros têm bidê (que na verdade é mais usado para lavar os pés e as ¨partes¨, nos dias que não se toma banho).

67 – Você leu bem, muitos italianos não tomam banho todos os dias, principalmente no inverno.

68 – Não existem ralos na casa. Somente o do box, quando esse existir. Justamente por isso é difícil de achar rodo pra comprar, normalmente se usa o esfregão, o qual é torcido no balde apropriado.

69 – Por aqui se joga o papel higiênico no vaso sanitário, por isso, nem todos os banheiros têm cestinho de lixo, principalmente se for uma casa que só tem homem (o cestinho é usado mais por mulheres por causa dos absorventes íntimos, estes que não devem ser jogados no vaso).

70 – Se usa muito mais sabonete líquido do que o em barra para tomar banho. Esses em barra são mais difíceis de achar e não tem muita variedade de marca.

71 – Aqui na Itália, na maioria das casas os interruptores ficam fora do cômodo, nas mais novas isso já tá mudando.

72 – Assim como nas casas mais antigas não têm luz no teto nos quartos e na sala,  esses cômodos então são iluminados por abajoures.

73 – É comum os prédios terem uma ¨cantina¨no subsolo ou porão, para estocar o vinho ou guardar as ¨tranqueiras¨que quase não se usa. Cada apartamento tem a sua.

74 – É comum casas e prédios não ter garagem, por isso cidades populosas como Roma é um desafio encontrar um lugar pra estacionar na rua.

75 – Aqui na Itália todas as casas têm aquecimento para o inverno, mas existe uma lei que regula o período certo para ligá-lo, para economia de energia e controle da poluição.

76 –  A maioria das casas são pequenas, kitnetes (monolocale) ou com um quarto só (bilocale). Casas grandes com mais quartos normalmente são usadas para alugar os outros quartos, pois o custo para manter uma casa grande é muito alto.

77 – Por aqui é comum mobiliar a cozinha comprando-a toda pronta com todos os eletrodomésticos já embutidos, inclusive a geladeira, que normalmente fica ¨escondida¨por uma porta de armário.

78 – Aqui na Itália o escorredor de pratos fica embutido no armário, logo acima da pia e é super prático.

79 – Aqui na Itália ainda existe muitos banheiros públicos, em bares por exemplo, que só tem um buraco no chão, que leva o nome de wc turco (ver foto acima). Demorei pra aprender que mulher tem que fazer xixi virada olhando pra parede, como os homens, se não quiser molhar os pés, rs.

80 – Aqui muitas torneiras públicas têm os pedais no chão nos quais se pisa para sair a água e lavar as mãos. Algumas vezes se usa pedais pra dar descarga também, com o pé. Muito mais higiênico não?

81 – Aqui na Itália há poucos prédios altos, normalmente os prédios têm de 4 a 5 andares. E os prédios mais altos são os populares, com muitos apartamentos. Os prédios mais baixos são os de gente com mais dinheiro, com apartamentos maiores também.

82 – Aqui na Itália nos interfones dos prédios não tem o número do apartamento, mas o sobrenome de cada morador.

83 – Aqui na Itália a coleta seletiva do lixo não funciona igual em todas as cidades e regiões. A região norte está mais avançada no tema e separa 100% do lixo, quanto mais ao sul, mais a questão do lixo e administrativa é complicada e problemática.

84 – Aqui na Itália se paga uma taxa anual para o sistema de recolhimento do lixo doméstico.

Moda:

img1428-01-1

85 – Por aqui, na praia, não é verdade que só tem ¨biquinão¨, tem também biquininho e fio-dental, a diferença é que cada um coloca o que quer e se sente bem e ninguém se importa com o que os outros vão pensar. Aqui também tem topless, e faz quem quer, a mais jovem ou a mais idosa, sem preconceitos.

86 – O mesmo vale para homens. Sungão, sunga cavada ou shorts. Cada um no seu estilo, sem vergonha e sem preconceitos.

87 – Por aqui, homens usam bastante camisa e camiseta pólo. Estas últimas com a gola levantada e, muitas vezes, tem uma estampa ou escrita atrás, justamente para mostrar.

88 – Os tamanhos das roupas masculinas são bem menores, camisetas e camisas mais justas, calças mais certinhas, usar rosa também não é problema e nem quer dizer que é gay (nem vai ser julgado de).

89 – Na Itália chinelos tipo Havaianas só na praia assim como bermuda de tactel tipo surfista. Se vir um na rua assim pode saber que é brasileiro, 🙂

90 – No verão italiano, homens que querem deixar os pés mais à mostra usam aquelas sandálias de couro, que no Brasil quem usa ou é considerado hippie ou é idoso, rs.

91 – Por aqui ou é 8 ou 80, ou muita maquiagem, ou zero maquiagem. Os extremos, aqui é assim. E a maioria é da parte dos 80, carregadas de base!

92 – Aqui na Itália a maioria usa os cabelos naturais, até mesmo os bem encaracolados ou crespos. As que alisam fazem isso no cabeleireiro, que custa caro (a exceção dos chineses) por isso, lavam os cabelos praticamente só uma vez na semana.

93 – Aqui na Itália muitos homens fazem as sobrancelhas e nem por isso são gays ou julgados de.

94- E aqui muitas mulheres (mas muitas mesmo) tiram excessivamente as sobrancelhas e depois a desenham em lápis ou maquiagem definitiva. Leia outras curiosidades aqui.

95 – Aqui as mulheres ao fazer as unhas não tiram as cutículas, e o esmalte é passado a uma pequena distância da tal cutícula, dizem que pra preservar a raiz da unha de toda a química do esmalte.

 Transporte:

Tram de Milão, novos modelos.
Tram de Milão, novos modelos.

96 – Por aqui não tem roleta nos ônibus e nem em todas as estações de trem. Vale a honestidade. Se o fiscal passa e te pede o bilhete validado e você não tem, leva multa.

97 – Se compra os bilhetes em bares (para os ônibus) ou nas máquinas específicas nas estações.

98 – Existe bilhete semanal, mensal e anual. Quanto maior o período, maior o desconto no valor unitário do bilhete.

99 – Depois dos carros, trem é o transporte preferido pelos italianos para viajar dentro do país. Duas grandes empresas gerem o transporte de trem de alta velocidade, a Trenitalia e Italo.

100 – Aqui na Itália somente 4 cidades italianas têm metrô de alta velocidade. Roma, Milão, Napoli e Catania. Outras cidades tem um tipo de metrô leve, como Torino e Brescia, e outras apenas trem ou tram (bonde) além do transporte de ônibus.

É isso aí!

Gostaram? Comentem, compartilhem!

Curtam também minha página no Facebook, do meu blog pessoal Sonhos na Itália.

Arrivederci!

————————

* Carla Guanais é cientista, blogueira e mora na Itália desde 2010, onde cursa um doutorado. 

Veja as 100 Observações de outros autores do BZ clicando aqui. Visite nosso Instagram e Twitter: @blogbrasilcomz Acesse e curta nossa fanpage no Facebook para mais dicas de viagem e turismo clicando aqui. 

245 comentários

    1. Achei bem legal tuas observaçoes, so nao concordo com o 59 onde diz que mulher gravida tem isençao de pagamento dos exames de pré- natal, depende da renda. Se tem baixa renda nao paga o ticket mas, se vc supera a renda imposta pelo governo vc paga sim o ticket, tenho dois filhos e a unica coisa que nao paguei durante a gravidez foram as ultrasonografias e o parto, ja os exames de sangue e o tritest, tive que pagar, isso vale também para a o cheque de 1500 euros, nem todas tem direito.

  1. Carla, o que vejo nas manicures da italianas é que dão um traço só, bem no centro da unha. Fica aquela tira central, super estranho. A maquiagem de algumas é carregada mesmo, igual à muitas argentinas. Impressionante mesmo como cada povo da Europa vive dentro de uma caixinha, todos iguaizinhos dentro do seu país. Acho que isso é dado pela educação de massa, de cada país.

    1. Verdade Ana, nem sempre o esmalte é passado uniformemente em toda a unha. principalmente na proximidade à cutícula, como enfatizei. As argentinas têm a quem puxar ne? 60% do país é descendente de italianos. Cada canto é um canto. Com seus costumes e tradições, em uma caixinha como disse. Mas eu acredito que a tendência é ir perdendo aos poucos tudo isso…

      1. 60%? Nao, 45%. Os italianos sao muito soberbios – querem sempre ser mais do que os outros. Espanol = Terceiro idioma mais falado do mundo / Portuguese = Quinto idioma mais falado do mundo / Italiano = décimo quinto lugar.

  2. Adorei. Aqui na Itália nem sempre perguntam seu salário e sim qual tipo de contrato você tem. O indeterminato é o que todos almejam. Aqui na Itália os homens costumam dividir a conta com as mulheres, sem problema algum. Aqui na Itália não existe muito o hábito da compra do mês, os italianos gostam de ir no supermercado quase todos os dias pra comprar o que será preparado no mesmo dia. Aqui na Itália… Eu poderia citar tantosss! Cultura é assim tão interessante né? Rs

  3. Oi Carla, gostei muito da sua forma de ver a Italia, eu nunca estive aí ,mas espero ir. Moro na Andalucia / Espanha e fiquei surpreesa com seu ponto 58, Nao tem planos de saude privados ? , bom também o custo que fica por uma consulta do especialista já é caro. Aqui na Espanha querem tamben privatizar a saúde pública, hoje é totalmente gratuita. E um plano de saúde ficar por volta do 50 euros por mes na faixa étaria dos 30-40 anos.
    Muitos dos seus pontos também sao parecidos com a Espanha. Bom , espero eu postar os meus em breve. Até mais.

  4. Muito bom, parabéns pelo post. Aqui na Itália e sobretudo nas cidades menores se vive nas proximidades do próprio ‘quartiere’, bairro. Então acontece muito de ver amigos que se frequentam desde pequenos…quando tinham 1,2,3 anos e se veem por toda uma vida… Aqui na Itália os homens se saúdam com dois beijos na face,sem vergonha ou preconceito, acho muito legal!…

  5. 28 – Aqui na Itália a nota na escola varia de 1 a 30 e normalmente, 18 é a média.

    Não é propriamente correto. Nas universidades sim, mas nas escolas as notas variam de 1 a 10. 18 não é a média mas sim a nota suficiente para passar a prova.

  6. Desculpe mas as observações sobre a higiene pessoal na Itália me parecem generalizações pouco realísticas. Não é verdade que as italianas lavam os cabelos só uma vez na semana e, apesar do fato que em todas as casas temos bidê, a maioria de nós toma banho ou faz ducha todos os dias…

    1. Como falei Luisa, são observações pessoais, do que eu vi onde morei e moro. Falei no começo da nao generalização. Como você mesma disse, a maioria faz, mas alguns podem não fazer. E é disso que estou falando. A questão do banho, especifiquei ainda a região e por causa do inverno. Obrigada por comentar.

  7. Ahahahah esqueceu de dizer que os italianos nao tomam banho todos os dias 😂😂😂😂seja inverno ou verao … Que fedem as axilas … Que a casa não limpam todos os dias porque não è cultura deles … Vivo Aqui 7 Anos e 5 meses vivi em Napoli e acredito de ter visto o pior do mundo montanha de lixo no meio da rua na porta de casa… Que eles fumam dentro de hospitais em locais onde è proibito … Hoje vivo na Liguria e pensavo que fosse melhor 😂😂😂😂 vi coisas incriveis … Ah esqueceu de dizer que os italianos são fofoqueiros …. Que pessoas idosas não tem prioridade que nos onibus os adolecentes não da o lugar pra sentar … E que muitos italianos são racistas porque o país è deles e so deles gente de “cor” comò dizem eles tem que voltar pro proprio país … Acho que vc esqueceu de dizer muita coisa! Woolll viva Italia !! Eu sou brasileira amo minha cultura meu povo e minhas raizes!!

      1. Viajei muito a Italia e posso dizer muito mais … Mas deixe pra la !!! Cada um com sua ” cultura”!

    1. Bom, minha querida Cristiane, eu vivo a 10 anos no Brasil e posso afirmar com certeza que encontrei aqui muitas mais pessoas com axilas fedendo que em 30 anos na Itália. Posso afirmar também que a limpeza de casas e ruas brasileiras está muito longe do padrão italiano…e não me venha falar de montanha de lixo na rua, pois aqui no Brasil é suficiente 1 hora de chuva que fica tudo alagado pois o lixo entope tudo….. e os adolescentes italianos não dão lugar pra sentar…é verdade! Mas pelo menos não matam igual aos brasileiros…
      Referente ao ser racista…o País é nosso sim! Muita gente morreu para unificar a Itália e nos respeitamos e temos orgulho disso, somos racistas com quem vem no nosso país querendo impor a sua cultura, como já falei, moro no Brasil á 10 anos, não gosto de tudo, mas nunca quis impor a minha cultura, isso chama-se RESPEITO. Vc. é bem vinda no meu País, desde que se comporte dentro das leis e da nossa cultura.
      …e como a minha esposa (brasileira) sempre fala pra mi, se não gostar pode sempre voltar, mas vejo que está ai já faz 7 anos, então…

      1. Estive na Itália e como tenho dupla nacionalidade fui pra morar e fiquei muito triste com o racismo sim ,não foi comigo pois sou loira e tinha euros no bolso ,mas me senti no Brasil de antigamente onde negro deveria reconhecer o seu lugar de preferencia bem longe da Itália e quer saber fiz meia volta em 10 dias beijei o solo de meu Brasil qdo cheguei pedi desculpas por pensar em abandona-lo rasguei meu passaport italiano e ponto e nunca me arrependi .

      2. Muito bom! É sempre interessante o olhar de cada pais para as mesmas coisas.
        Seu texto é caprichado, bem observado e divertido.
        Ha acima, um comentario em que o sujeito conclui que, o texto nao é descritivo e sim, opiniao pessoal. Voce citou as diferenças mas nao deu sua opiniao sobre elas. As diferenças estao ai e sempre vao estar. Muda de pais, mudam os costumes. Isso esta claro. Seria hipocrisia nega-las. O que cada um vai fazer com a informaçao é outra coisa. Voce pode aceitar e ser feliz (acredito que seja seu caso e o de muitas pessoas que tem experiencias de vida em outros paises) ou resistir e tentar impor seus costumes.
        Nao entendo a critica do rapaz, de onde ele concluiu que suas observaçoes eram criticas??
        Quanta soberba…continue escrevendo, por favor e mostrando pra gente as diferenças que fazem o nosso mundo melhor, mais curioso e interessante.
        Se nao fosse assim, a gente nao precisava viajar, nao é mesmo?

      3. Obrigada! Exatamente, nem todos sabem a diferença entre observações e críticas. Em nenhum momento critiquei, falei se gostava, se era bom ou ruim, apenas pontuei coisas e situações que para mim eram curiosas ou diferentes. Obrigada por comentar.

    2. Cristiane, o que não entendo é como uma brasileira que se diz tão apaixonada pelo Brasil prefere viver na ‘fedorenta’ Itália??? e já por SETE anos???

      1. Eu entendi o comentário do rapaz, quem foi grosseira foi a Cristiane que influenciou negativamente no post da Carla que foi maravilhosa.
        Concordo com a Touché, se ama tanto o Brasil e aponta tantos pontos negativos da Italia, volta para o seu amado país.

    3. Quindi Carla fammi capire: se una persona dice che noi italiani siamo sporchi, puzziamo e siamo razzisti, sta solo facendo delle osservazioni. Ma se qualcuno replica dicendo che anche in Brasile esistono persone o cose non proprio all’altezza della situazione, allora questa persona é “grossa”. Interessante questa tua teoria!

      1. Ma allora dimmi una cosa: se qualcuno ti dicesse che voi brasiliani siete brutti, sporchi, cattivi e chi piú ne ha piú ne metta, tu come gli risponderesti? A mio parere Timothy é stato fin troppo gentile. Evidentemente i 10 anni passati in Brasile hanno pesato sulla sua “grosseria”, perché io avrei risposto in modo diverso. In ogni caso complimenti per il post. Oserei dire che tutto quello che hai scritto é vero.

  8. Carla, desculpa-me pela cara de pau de fazer um comentário enorme, mas é porque nao concordo com tudo e quero explicar 😉 Você escreveu muito bem, mas como já tenho 20 anos de Itália, acho que posso, nao?!

    2- No Brasil, também se dão dois beijinhos no rosto… na minha cidade, sim.
    3- “italiano é muito patriota” kkkkkk Vejo, que vc tem pouco tempo de Itália! O italiano nao é patriota, essa coisa das bandeiras nas janelas começou, por causa de uma série de acontecimentos, um em seguida ao outro, que foram:
    – a 87° Adunata degli alpini, em maio de 2014.
    – a Copa do Mundo de 2014.
    – o patriotismo dos brasileiros, visto pela tv… deixaram eles intrigados!!!!
    – a crise econômica
    – a instabilidade política
    4- “nao tem fila em banco”… depende! Quando, cheguei aqui, em 1995, tinha os dois sistemas. Peguei muitas filas, até na secretaria da universidade!!!!! Hoje se pega a senha, mas se forma fila do mesmo jeito, mesmo que você fique sentado. Nao é que muda!!!!
    No Brasil, também tem esse sistema de senha nos bancos, etc.… é igual!!!!!
    5- Caixa especial? Nunca vi, mas pode ser que tenha!
    6- “Na Itália… todo mundo gosta de dançar”… Eu nao conheço, essa Italia 😉
    Eles dizem, que isso de dançar é coisa de brasileiro! Exemplo: nunca vi um casamento com pessoas dançando, talvez você, sim.
    7- que eu saiba, aqui na Italia o numero 13, também é azar!
    8- “raro um amigo te convidar para visitar sua casa…” Ao contrario!!!! Na Itália se convida muito os amigos, para jantarem em sua casa!!!! Ufa! Eu até me chateio com amigos, que vêm a nossa casa sem avisar!!! Nao suporto, isso!!!
    13- nao porque a cerveja custa caro, mas é porque os italianos nao bebem muito como os brasileiros e tb, aqui nao se vende cerveja em garrafa grande, como no Brasil ou na Améria do Sul.
    16- essa coisa de montar cigarro é coisa da garotada, que ainda é muito jovem… os de trinta anos para cima, compra o cigarro feito.
    20- direi, que isso já era ;-)… com a crise quase ninguém está viajando… já tem uns três anos ou mais, que ninguém nem mais pergunta, onde você foi… anos atras é verdade, tinha até garra de quem fazia a viajem mais cara ou exótica.
    21- Tenho uma teoria, que esse preconceito foi importado, pelos italianos desnutridos, sujos e altamente ignorantes imigrados no Brasil.
    35- “mulher na política” kkkkkkkk Na Itália, tem é muita prostituta na política e na TV, isso sim!!!!! O governo de Berlusconi é a prova. As mulheres, aqui ainda estão em um degrau mais baixo, em tudo. Elas tem empregos nas empresas, porque geralmente sao as esposas, ou as filhas ou as amantes do chefe… ou sao proprietárias, porque herdaram deles… Nunca vi o caso de uma, que fez carreira sozinha, porque estudou ou porque teve uma idéia genial!!! Na política é a mesma, coisa!!!! Os programas de variedades sao racistas e machistas!!!!! No Brasil, pode ser que tenhamos menos na poitica, nao sei, mas temos qualidade… Exemplo noto: Dilma e Marina Silva sao mulheres de carreira política, formadas para tal e nao foram colocadas la, pelo papai ou amante.
    36- quando comem!!! Porque no geral eles tomam apenas um café e basta!!!!
    40- “dieta equilibrada” kkkkkkk Aqui o numero de pessoas, com doenças cardíacas e colesterol é altíssimo!!!!
    44- essa pausa café é um pesadelo!!!!… e uma forma para nao trabalhar!!!… e depois ficam todos enrolados e fazem tudo de ultima hora!!!!
    47- hoje, depois da crise, cada um paga o seu!!!
    56- 36 euros???? outro dia paguei mais de 50 euros!!!!
    58- uma consulta privada custa mais de 100 euros!!!!
    62- ai é VERDADE!!! ; D
    63- kkkkkkkkk é verdade!!!!
    76- isso deve ser nas grandes cidades!!! Eu moro no norte e numa casa enorme, como a maioria das pessoas da “minha” cidade.
    79- em local publico, porque nunca vi um WC turca, em uma residência!!!! Onde vc viu isso?
    85- Depende da praia, pois aqui se repara muito o que se usa!!! Até chega a ser pesado, como fazem!!!!
    86- nao é questão de preconceito ou nao, eles nao têm é noção de estética do corpo, que italiano nao tem!!!! Tabaréu, mesmo!!!!
    87- … ou seja o italiano médio, que é bem tabaréu!!!!
    88- realmente, por isso é difícil distinguir se é gay ou nao, mas geralmente é.
    93- “fazem sobrancelhas” kkkkkk Sim, que aqui eles sao julgados de ser gay ou gente de periferia ou seja COATTO(tabaréu).
    95- porque ainda nao experimentaram uma boa manicure brasileira!!!
    96- e multa ALTA.

    1. Oi Maria, como eu disse, são as minhas observações pessoais, do que eu vi e vejo, de onde morei e moro atualmente. Como falo no post, existem milhões de realidades dentro da Itália, assim como existem milhões no Brasil também. E em nenhum momento falei que eram diferenças ou comparação entre Brasil e Itália, apenas observações. E, novamente, não que sejam generalizações. Você com certeza tem ou teve experiências diferentes das minhas aqui na Itália. Assim como a questão da dança. Vejo muitos sim dançarem, nas festas, baladas e casamentos, claro. Basta ter uma oportunidade. O wc turco, falei que é em bares normalmente, não em casa, hahahah. Bem, essa como outras são minhas observações pessoais, obtidas por onde ando e andei. Mas obrigada por comentar. baci

    2. Oi Maria. Acho muito válido, adoro o seu comentário e tendo a concordar com você em alguns pontos 7,35,36, 40 e outros (apesar de nunca ter morado na Itália, nem ter raízes italianas). Mas convivi e convivo com italianos aqui na Holanda, já passei férias lá na It. então tenho algumas conclusões. O que a Carla narrou na lista dela são percepções pessoais da Itália que ela conhece. Ela ressaltou na introdução que há muitas “Itálias”. Se como autores de blog não fôssemos fazer generalizações então teríamos que escrever um tratado, um compêndio. Por exemplo, quando eu falo em termos de “Holanda” falo da província Noord Holland (a conurbação a oeste do país) onde vivo. Não tenho como ir dizer sobre o estilo de vida das pessoas no extremo leste ou extremo sul. Mas… como os Países Baixos são bem homogêneos, generalizações são pertinentes sim.

      1. Isso mesmo Ana. Mas os pontos 7 e 36 são sim 100% verdade, o 35 pode ser uma coisa otimista minha, mas pra mim ainda é. já o 40 realmente não são todo e com certeza, não em toda a Itália. baci

  9. ciao Carla, é sempre tão bom constatar que o olho crítico não tem a ver com a nacionalidade, e que a generosidade em partilhar com gente desconhecida o que se vê no mundo não tem a ver com a divulgação gratuita de quem busca fama.

    gostei muito de ler a Itália através de você. Com certeza diferente de algumas leituras que eu fiz, quando de minhas andanças a,í e que me abriram a percepção sobre o que viver aí significa.

    grazie tante, bambina!

  10. Parabéns, vc falou muito bem. Eu ja morei aqui por 5 anos, depois voltei para Brasil por 7 anos eh eccomi quà da 4 anni ormai. Eu Amo a italia com todas as suas belezas e todos os seus “defeitos” preconceitos e tudo mais. Cada um vive e sente o lugar de uma maneira especifica. Se me permite gostaria de acrescentar;

    Nota 100 para a focaccia, carbonara, polenta taragna e cannolo siciliano.

  11. tudo verdade, meno uma coisa, os italianos nao sao nada patriotcos e nada nazionalistas, so saben falar mal do propio pais ..eu sou italiano e moro no Brasil..Brasileiro e’ mil vezes mais nazionalista dos italianos!

  12. Oi,parabéns, fiquei encantada com seu blog,adorei você nos mostrar os costumes de um povo que eu amo tanto ,nunca visitei a Italia,mas, sinto uma quase melancolia por não ter tido a oportunidade de fazê-lo.Meus quatro Nonnos vieram daí,meus pais contavam do sofrimento deles por terem deixado seu País.Mas, foi uma época muito dificil e sofrida,passavam fome,e vir tentar a sorte aqui foi a saída.Eles eram do norte,e eu fui criada lógico pela influência dos costumes trazidos daí.
    Hoje já na maturidade,restou muito pouco do que me foi apresentado na infancia.E tenho muitas saudades de tudo.Espero que vc seja muito feliz aí,aproveitando esse País e o acolhimento de um povo tão especial.Mande um beijo na Italia por mim.meu abraço carinhoso ,bjs

  13. Minha xará,que riqueza de texto…Parabéns mesmo por casa detalhe descrito.Pouco tempo que passei por aí, deu pra perceber como tudo que Você relatou é verdade.Gostei muito. 😊👍

  14. – Quase tudo bate, eu por exemplo moro na Itália a quase 10 anos moro em um quadrilocale, aqui no norte é normal morar em apartamentos de três quartos sem ter q alugar nenhum!
    – Aqui na Italia o Nivel de racismo com pessoas de outras nações é bem grande principalmente aqui no norte e se for mulher brasileira então, nem se fale!
    – Aqui na Itália mas especificamente em brescia temos fontes de água mineral com gás , natural e gelada em toda a província onde cada pessoa tem direito a levar para casa até no máximo 6 garrafas sem pagar nada!
    – Quando fiquei grávida não tive direito ao bônus de 1500 euros, pois não é dado a todas as mulheres e sim de acordo com a renda familiar!
    – aqui na Itália o nível de corrupção é bem alto também, e não ficam aquém dos políticos brasileiros!
    Contudo a Itália é um bom país para se viver no q se refere à saúde, edução e segurança!

    1. Oi Juliana, claro que muitos moram em casa grande sem precisar alugar, só dei um exemplo do que acontece muito também. Suas outras observações tbm são valiosas, se eu fosse escrever tudo o que pensei daria mais de 1000! rs… Verdade, esqueci de deixar claro sobre a renda do bonus das mamães. Baci e obrigada pelo comentário.

    2. seria de estranhar que pessoas com uma boa renda recebessem bônus, ou não? ainda que a Carla tenha esquecido de mencionar, me pareceu óbvio, quando li o excelente texto dela.

  15. MT bom bom Carla.valeu a dica da privada turca. Essa eu não sabia q ti há q má virar p a parede. Estou na Itália há 15 dias, e meu sapato sai respirando. Aliás detesto estas privadas…

  16. Boa noite Carla, Meu nome é Clovis Rodriguez e tenho a cidadania que consegui em uma viagem em 2008, no entanto como fiquei pouco tempo gostaria de umas dicas, claro se estiverem dentro do teu alcance. Relacionado a estudos, o que um cidadão italiano que vive no exterior tem como vantagem, se elas existirem, para cursar uma universidade? Desde já agradeço a atenção, e caso não saiba me dizer algo, se tiver o contato de alguém que possa ajudar. Boa noite.

    1. Olá Clovis, como cidadão não muda muita coisa. Pois o que conta mais é a sua bagagem de estudos, que é brasileira, portanto estrangeira aqui na Itália. Para estudar você tem que validar todos os seus títulos de estudos do Brasil no consulado italiano para obter a Dichiarazione di Valore in loco, com pelo menos 12 anos de estudos. Lá no meu blog pessoal falo bastante sobre estudos e documentos, visite lá sonhosnaitalia.blogspot.com

  17. ei querida, sao verdadeiras tantas coisas. eu moro no sul e aqui tb se tem essas ‘particularidades’.uma que nao suporto sao os homens que teem a mania de se depilar,parecem mais femininos que muitas mulheres q conheço,comunque cada naçao tem
    coisas boas e ruins,o melhor e saber aproveitar,respeitar e aprender c as diferenças.bjs

  18. Meio clube da luluzinha aqui mas tb quero falar. rs Estive em maio e gostei da mulherada tipo chegavam junto diferente do brasil. Aqui as mulheres são metidas,interesseiras e oportunistas. Lá não aquelas carinhas de modelo principessa di vero tutto in treno i autobus insieme con me e pelo menos vi bem poucas maquiadas. Io come parlo italiano fu troppo facile per parlare con loro. Il canone RAI è una roubalheira pelo que vi nessuno gosta de paga-lo ainda debocham da luciana Lettieri falando eu pago para ver isso (monezza). Gostei muito do humor deles. Numa pousada que fiquei em roma perto do colosseo, o cara tinha uno azbox pegava uns 500 canais até da rússia e duvido muito que ele pagava a taxa da tv. Em relação aos gays notei in milano que usam aquela calça pega rã, aqui no brasil tb é sinônimo de chabi. Agora o que notei é que a crise está muito forte, conversei troppo con loro supra Matheo Renzi, i sempre parlarvam che lui è troppo giovani i senza esperienza ma è il che ha in questo momento. Eu iria ficar em casa de italianos,mas como demoro no banho e tomo até 2 banhos todos os dias optei por ficar em hotel menos stress per mi i per loro. Eu tinha comprado biglietto per museo di torino senza coda, notei que eles são meio inexperientes con questo ecco parlei che era senza coda ecco il impiegato abriu uma fita vermelha e passei numa boa, a italianada in coda me olhou meio torto ma non parlaram niente. kkk Roma me lembrou são paulo cidade suja,feia e cara, mas como era o meu retorno para o brasile fiquei lá 4 dias. A pizza não gostei passei por 16 cidades e não aprovei nenhuma a do brasil é bem melhor. Tb pensei que se comesse melhor lá não curti a comida, ia sempre il supermercato onde me abastecia bene. Pensei que fosse mangiare rondelli,tortelone,tortellini em cada esquina. Pelo contrário apelei até para o mcdonalds,burger king, ecco para gastar em uno pranzo o que dava para comprar 3 ou 4x em supermercados optei por fast food. Agora no geral a itália é um baita país dá de 1000 X 0 no brasil. Sai de venezia para venezia mestre 2 horas da manhã sozinho e caminhei tranquilo senza problemi. E estes costumes deles não me causaram estranheza o que faltou tb é que eles não estão nem aí para o vaticano não são religiosos, in milano,torino,bologna,lago di garda,modena etc notei que parecem até americanos são bem consumistas, Muito legal o artigo. Cordiali Saluti.

    1. Clube da Luluzinha nada! rs. Temos colaboradores homens também, é que a mulherada gosta mais de escrever e comentar acho. Adorei seu comentário e me diverti. Rs. Sinto muito que nao comeu bem por aqui, eu ainda acho que aqui se come muito melhor. Roma realmente é suja, infelizmente. Obrigada por comentar. baci

      1. Grazie mille me troppo felice per suo ritorno gentile Carla. O problema carla é que como bem meu nível é alto aqui no Brasil. A maior parte das pessoas que viajam à itália nunca comeram bem aqui ecco acham lá o suprassumo. Eu sou critico in tutto. Só aprovei o spaghetti a la carbonara che io ho magiato in Siena in piazza di orologio e mesmo assim com ressalvas achei meio industrializado o molho. Ahh o sabonete in barra também foi um porre para achar era tutto liquido io gastando mio italiano per incotrare sapone solito. O que achei muito legal foi uma batida de canelas na estação barberini. Uma mulher bem vestida tipo executiva non capisco per che correu e uno uomo saindo do vagão do trem anche. Os dois se encontraram e deram uma cacetada de canela, aí cada um saiu mancando para um lado e a mulher falando catzo com aquela vozinha de taquara rachada. Eu me acabando de rir, estava com o pé dolorido de andar o dia inteiro e esqueci até da dor quase cai no chão de tanto rir. Eu me senti em casa na itália tenho descendência portuguesa,espanhola e italiana. Mas com a italia me identifiquei muito não vi racismo pelo contrário pensei que estava na áfrica em alguns bairros de roma i milano. Lembra muito o bairro do brás aqui de são paulo uma alta concentração de angolanos e bolivianos.
        Me perguntavam sempre se dentista aqui era barato e pelo que pesquisei perguntando il loro a média de salários é de 1000 euros. Com exceção do povo da ferrari onde conheci um engenheiro que ganhava 9000 euros este é um rei na itália. Também tem muito suicídio lá conheci uma família que era alto padrão tinham vários empregados e hoje com a crise abdicaram de tudo isso e tinham que cortar a grama, e fazer várias tarefas. Não acho que fumam muito na inglaterra é pior quando estive in londres vi várias mulheres em esquinas pensei que fossem troia, mas estavam apenas fumando. Na italia não presenciei isso. Bem legal este tema que vc abordou auguri per la creatività. Abbracci.

      2. É verdade o que disse, no Brasil é caro pra comer e não é todo mundo que pode experimentar de tudo à mesa. Aqui isso é diferente, pois se tem de tudo em todas as faixas de preço sem perder a qualidade. Você deveria ter comido a Carbonara em Roma, pois é um prato romano, em outros lugares não sabem fazer igual nem com ingredientes frescos. Abbracci.

    2. A viagem foi tão longa que ele esqueceu de como se escreve em português… desculpa, mas achei desnecessário o comentário do colega ai de cima bilingue.

      1. Né? Foi o mesmo que pensei. Muitos aqui fizeram isso nos comentário. Pra quê?? Pra mostrar que realmente entendem de italiano. ¬¬ Desnecessário

  19. Carla, moro a 5 anos no Sul (Taranto = ponta do fim do mundo) Odeio mto, enfim…La as mulheres nao raspam o suvaco! No Norte é assim?

    1. kkk Eu adoraria morar em um lugar onde não fosse obrigada a me depilar por convenções sociais.. Odeio, só depilo pras pessoas não ficarem me olhando torto. Muito legal Carla, conheci uns italianos que vieram jogar vôlei no campeonato mundial, na minha cidade em Minas Gerais. Achei eles bem simpáticos, pena que pelo que eu andei lendo, todos pensam que somos prostitutas.

  20. Olá, muito bacana sua lista!

    Eu incluiria que os homens são muito elegantes e bem vestidos ☺
    Mas tem um aspecto que me decepcionou um tanto: nos restaurantes, hotéis, comércio em geral falta polidez, simpatia e acolhimento (pelo menos onde estive).
    Me faz pensar em não voltar, quando comparo com lugares onde as pessoas são mais acolhedoras. Bjs

    1. Olá Raquel, fiquei curiosa em saber onde esteve. Porque a coisa de os homens serem muito elegantes e bem vestido não é bem verdade.. Varia muito de um lugar pro outro.. A mesma coisa o que falou sobre a simpatia e acolhimento. Volte, veja as outras faces da Itália e mude essa sua impressão. Baci

  21. Você foi perfeita em todos as observações. 🙂 Morei na Itália por 3 meses e estou voltando por que quero conhecer alguns desses itens colocados por você. Outros eu vi e vivi (os beijinhos no rosto é um deles kkkk)
    Em cada numeração eu soltava um sorriso, de lembranças, de saudade, de diferença cultural! Adorei a primeira postagem que vi sua e com certeza lerei mais agora! Foi um prazer! Daisy

    1. Olá Daisy! Obrigada. Fico feliz com seu comentário e em saber que o texto te trouxe boas lembranças. Quer dizer que a Itália te marcou! É realmente irresistível, pelas coisas boas e também as ruins. Baci

  22. Oi Carla, pretendo ir para Itália e conhecer algumas cidades, ouvi dizer sobre o trem que para em várias cidades, o que sugere, para que possa aproveitar a viagem em duas semanas ou no máximo 3 semanas?

    1. Oi, a malha ferroviária italiana é ótima, sugiro que planeje onde quer ir e veja preços de todos os tipos de transporte para ver quanto sairia. Existe o Italia Interrail que você pode usar varias vezes, dependendo da quantidade de dias desejadas. Mas precisa ver seu roteiro para ver se compensa, veja aqui http://it.interrail.eu/interrail-passes/one-country-pass/italy . Outra opção é aluguel de carro. Boa viagem.

  23. Morri de rir aqui. Realmente conheci várias Itálias, é tão desmembrada quanto o nosso Brasil, só que territorialmente muito menor e isso causa estranheza a quem não conhece.

    Poderia listar uns 50 tópicos só para o povo napoletano, lugar onde fiz vários amigos e amigas e são apaixonados pelo Brasil.

    Engraçado que pude comparar que o povo do sul é muito mais vaidoso que o do norte. No centro e no norte a galera compra bastante roupas nas fast fashions como Zara e H&M, um pouco contraditório para a cidade da moda, Milão.
    Já no sul todos tem ao menos um acessório da Chanel ou Gucci, eles prezam mais pelo bom gosto e ostentação, me senti levemente envergonhada com minhas roupas da C&A, Renner, rs…
    Diferente do povo do norte, que preza também pelo bom gosto, mas são um pouco mais simples, não tanto como o holandês ou alemão, mas são.

    A comida é muito boa e muito barata e isso me dá vontade de desistir do Brasil seriamente.

    Baci!

  24. Bom dia, adorei ler todos esses itens e curiosidades porque e’ a realidade daqui mesmo. no item 59 – nao sao todas as maes q ganham o tal cheque maternidade nao(minha amiga recebeu 5 cheques de 300), pra receber tem quer comprovar atraves do isee que sua renda nao ultrapasse tal limite, eu nao recebi porque pra eles nossa renda e’ alta, como tambe’m nao tenho direito de receber o reembolso pelo asilo privado que pago, ja’ que no estatal disseram que eu nao trabalho e so’ tenho um filho por isso nao tinha vaga pra minha filha, eles dao preferencia a criancas com alguem doente ou disabile, com irmaos e maes que trabalham fora. Uma coisa que eu acho muito estranha aqui que nas casas mais antigas as portas sao de madeiras com vidros no meio, inclusive as dos banheiros, nao consigo usar banheiro assim porque fico achando que o povo vai me ver da parte de fora kkkk. Nas feiras tambe’m voce nao pode escolher e pegar as frutas e verduras como no Brasil, o feirante disse que se pegam voce pegando e escolhendo eles ganham multa. bjsssss e continue esse lindo trabalho!!!

    1. que bom que gostou! obrigada. Sobre o cheque maternidade fica subentendido que seja só baixa renda claro, nem seria justo se fossem para todas ne? Tbm detesto essas portas, ja morei em uma que tinha e acho super estranho tbm rs.. beijo

  25. Dentes podres?Que besteira é essa? Eu sou italiano e moro no Brasil e constatei que tem muitas pessoas sem dentes. Outra coisa que quero destacar. No Brasil o atendimento é lento o trabalho é muito devagar. Não existem pessoas perspicazes. A velocidade de um italiano no trabalho é o quádruplo a mais comparado com um brasileiro. Pouca cultura achei no Brasil e muita ignorância. Sou formado na universidade de Roma “La Sapienza” em economia e a minha graduação é superior a uma graduação na faculdade FGV do Rio de Janeiro. O Brasil é um país jovem mas tem poucos profissionais. A culinária italiana também não se comparara com aquela brasileira.A Italiana é a melhor do mundo. No Brasil vocês comem so’ arroz, feijão e farofa? Cardápio pouco variado. Doces muitos pesados.

    1. E no email ainda coloca: “alfredobrasileiro”… No Brasil se come muito variado querido. E os brasileiros sÃo loucos por novidades na cozinha. Os países europeus se restringem muito à sua própria culinária. Porém concordo que o ritmo de trabalho no Brasil é leeento. Mas pessoas “pouco perpicazes” ?

  26. E’ a verdade pessoas perspicazes não tem…….porque pra chegar a uma solução de um problema a pessoa no brasil demora pra compreender o significado. A minha culinária é a melhor do mundo e ninguém pode questionar sobre isso. Da entrada a sobremesa o cardápio é fantástico. Achei pouca variedade no Brasil porque sempre que fui convidado em qualquer lugar na mesa sempre achei feijão, arroz, macarrão e farofa. Transporte público é um desastre e não existem planos mensais e anuais. Por culpa da corrupção (tem na Itália também e muita) e de medidas econômicas discutíveis o custo de vida é altíssimo e a qualidade de vida muito baixa.

      1. Eu sou natural de Roma. No Brasil ja’ morei no Rio e agora estou em Recife.

    1. Estive em Roma e fiquei assustada com tanta grosseria! Me deparei com pessoas educadas também, mas com muita gente extremamente grossa. Senti pena e vergonha por eles! Quanto à comida, achei muito boa, mas como no Brasil somos uma mistura de raças, temos a influência de várias culturas na nossa culinária. Recomendo a leitura do livro História da Alimentação no Brasil de Luís da Câmara Cascudo. Não tenho condições de avaliar a melhor culinária, mas gostei da comida italiana e dos preços. Muito mais baratos que no Rio de Janeiro onde tudo custa uma fortuna. Amo a comida do Brasil. Fiquei impressionada com as antiguidades em Roma! Realmente é arte e cultura a céu aberto. Um lugar lindo na minha opinião, mas com gente muito grossa e que só fala italiano. Mas isso tb é um problema no Brasil. Poucas pessoas falam outras línguas. Fui comprar um souvenir e o vendedor queria que eu tivesse troco. Tinha uma nota maior e ele foi mega grosso. Esse foi um caso, poseria contat vários. Quanto mais viajo, mais amo o meu país, apesar de todos os problemas que enfrentamos.

  27. Outra coisa que quero perguntar. Não entendo porque o mercado de trabalho no Brasil é muito fechado para os estrangeiros (com visto permanente). A gente é formada na Europa, traz um diferencial, pode aprimorar o trabalho de muitas empresas e invés de abrir as portas fica realmente difícil pra nós conseguir um emprego.

    1. o mercado é fechado para estrangeiros não só no Brasil. Em todos os lugares, pois há limitações. Em algumas áreas têm uma abertura maior, outra não. Depende da qualificação, experiência, etc.. Assim tbm na Itália.

      1. Verdade na Itália tem limitações mas no Brasil achei estranho ja’ que é um país que precisa ser aprimorado. Um italiano ou europeu vai aprimorar o trabalho no Brasil pois um brasileiro não vai aprimorar o trabalho na Europa por falta de conhecimento e uma experiência não comparável ao nível europeu.

      2. Alfredo mude essa mentalide. É agressiva e você não ganha nada com isso. Os médicos, dentistas e engenheiros brasileiros dão um banho nos europeus ! No Google da Califórnia há vários profissionais de informática, engenheiros brasileiros em Dubai, nos Emirados Árabes… A tecnologia do concreto para fundação(alicerces) de construções altíssima é algo que deixa os franceses “bouche bée”. A cirurgia plástica brasileira, americanos e europeus adoram ! Enfim, saindo das áreas de alto estudo até cabeleireiros e depiladores brasileiros no exterior fazem sucesso. Mas fica muito difícil para a cabeça de um eurocêntrico captar isso. Sorte e sucesso para vc arrumar um “trampo”de valor aí na caatinga. Mas devido a sua atitude de desprezar profundamente os brasileiros duvido muito que isso aconteça. ;P

      3. hahahah aí é que fica evidente a sua ignorância. “falta de conhecimento e uma experiência não comparável ao nível europeu”, hahahah…. ridículo.. Tudo depende de quem se fala. Há brasileiros infinitamente mais preparados do que italianos e europeus em geral, principalmente no que se diz respeito a experiência prática. Italianos estudam tantos anos tanta teoria mas na hora de fazer não sai do papel. Sei isso porque estou no mundo acadêmico italiano. Existem muitos brasileiros por aqui estudando e trabalhando e fazendo essa troca de experiências. Assim como tem muitos europeus no Brasil. Mas falar que só o Brasil precisa ser aprimorado é ignorância.

  28. Não é ignorância é aquilo que vejo aqui no Brasil. Eu sou formado em economia e comércio na universidade de Roma La Sapienza. Estudei também na FGV do Rio de Janeiro que é considerada uma das melhores faculdades do Brasil na área econômica. Não troco a minha graduação obtida na Itália com a graduação da FGV e além disso os professores não são preparados com os professores italianos. Posso dizer isso porque frequentei o mundo acadêmico aqui no Brasil. Muitos professores italianos foram convidados aqui no Brasil e na América do Sul pra dar aula e não me lembro de professores brasileiros convidados na Itália. Não me lembro de um prêmio nobel em economia que fosse brasileiro e em outras áreas. Médicos italianos são famosos no mundo como engenheiro e economista.
    O problema do Brasil é a falta de humildade, a cabeça dura que o povo tem e por isso nunca vai melhorar e chegar ao nosso nível.
    Nós temos mais de 2 mil anos de história e tanta coisa pra ensinar.
    O Brasil é famoso apenas para cirurgia plástica. Em tantas áreas como economia, matemática, física, química, ciências naturais, engenharia, estatística e outras sinceramente vocês são atrasados ainda. Não é so’ a minha opinião mas a opinião de muitos europeus que moram no Brasil e concordam comigo.
    Você tem sorte porque estuda na Itália e aprimora o seu conhecimento e quando voltar ao Brasil ficara’ muito mais preparada que os seus colegas.
    Além de ser formado em economia me registrei como economista no Corecon e dou aula de matemática. Imagina so’ aqui eu vi rapazes que usam a calculadora (nas lojas também isso é muito comum) para fazer cálculos simples tipo 1+2+3……..!!!!!”Che somari……neanche le tabelline sanno”…….

    1. Você é um ignorante de marca maior. Não é porque o Brasil não ganhou prêmios internacionais na área econômica que não somos uma das superpotências mundiais.

      Referente ao seu comentário sobre os ricos irem estudar fora. Estes vão pois de fato, escolas com centenas, algumas já mil anos de experiência terão coisas diferentes a ensinar. Mas isso não significa que são melhores. São apenas diferentes. Veja o sertão brasileiro, o Nordeste, onde hoje você alega estar. Há 15 anos era seco e miserável hoje está a pleno vapor e próspero. Tão próspero que a “rica” Fiat veio explorar seus recursos.

      Acho que antes de falar do país alheio com tanta voracidade e agressividade deveria por o rabinho entre as pernas, como dizemos aqui no Brasil, e olhar para o próprio País. Itália está numa recessão infeliz, muito pior que a do Brasil. Vindo de governos muito mais incompetentes que os brasileiros. Tem História? Tem! Mas de que adianta “História” se tem cidadãos tão metidos e que ignoram seu próprio passado e são cegos em relação ao seu presente. Não é atoa que estão vindo (como já vieram no pós-escravidão brasileira) com o rabinho entre as pernas bater na porta dos brasileiros pedir emprego!

  29. Outra coisa. Os filhos dos ricos no Brasil preferem ir à Europa ou Estados Unidos pra fazer faculdade e não escolhem faculdade ótimas como FGV, PUC e outras. Sabem que no exterior as universidades têm um diferencial……

  30. A Fiat que inaugurou a fábrica em Pernambuco trouxe muitos profissionais da Itália…mecânicos, pintores, encanadores, engenheiros………Por quê?A resposta é extremamente clara……..Os trabalhadores italianos ensinam e aprimoram o trabalho do brasileiros…..

  31. Pra responder a Ana Fonseca é melhor que vc fique observando os prédios da Itália, prédios de até trezentos anos atrás e sólidos. No Brasil não tem vidros duplos, se usa pouco ferro nas construções e às vezes nem se usa o cimento armado. Não quero nem ouvir a mesma resposta que o povo daqui fala pra mim “paciência o brasil é um país jovem” porque a Austrália e os Estados Unidos também são países jovens mas com um conhecimento e profissionalidade muito maior que o Brasil.

    1. Vidro duplo pra que ? É um país tropical. AU e EUA eliminaram as populações nativas (endógenas). Aqueles países são construído basicamente por europeus. No BR a base da população é indígena e africana, com um “gap” de desenvolvimento cultural e técnico de milhares e milhares de anos em relação aos europeus. Conheço muito bem as mazelas do Brasil.

    1. Você deveria voltar para a Itália. O que faz aqui? Volte! Vá embora! Pessoas com a sua mentalidade não são bem vindas aqui. Eu estou terminando o meu doutorado. Conheço vários países. Os meus primos, por exemplo, são professores em Dubai. Tenho amigos médicos, nutricionistas que trabalham em paises muito mais desenvolvidos do que a Itália, que está longe de ser o máximo, embora reconheça a grande contribuição da Itália para a humanidade no que se refere a arte, história e cultura.
      Mas alguns são tão grosseiros e tacanhos que não me surpreendi ao ler os seus comentários ridículos no blog. Vá estudar. Se diz que estudou, não foi o suficiente!

  32. Ahahaha, parabéns ao Alfredo. De tudo o que eu li aqui foi o mais coerente e o que escreveu todas as verdades. Sou brasileira, mas com ascendência italiana. Não preciso dizer o quanto eu amo a Itália, certamente um país muito melhor que o Brasil, seja pela sua cultura, seja pelas suas tradições, seja pelo seu povo (muito mais civilizado e evoluído do que no Brasil). Sei que o post não visa fazer comparações, porém quando se expõe deficiências de um lugar, é natural que as comparações existam e pelo amor de Deus: não queiram defender o Brasil e tomá-lo em comparação com a Itália, não vão conseguir! A Itália é muuuuito melhor, mais avançada em termos culturais, científicos, educacionais e por aí vai. Claro que existem deficiências, inclusive podemos mencionar a política como exemplo. Mas apesar de todas elas, a Itália já deu exemplo de superação em muitos momentos de sua longa história, ao que o Brasil, pelo que vejo, a tendência infelizmente é piorar em todos os seus aspectos. É só conferir as estatísticas. E muito disto acontece por falta de humildade e ignorância de seu povo em reconhecer os problemas e ter atitudes frente aos governantes. Porém, não vemos interesse nem mesmo em um jovem brasileiro pegar um livro para estudar, o que dirá em um povo para mudar o panorama político-econômico. A educação brasileira é sim um atraso (haja visto o quanto fazem greve os pobres dos professores mal pagos), alunos que não completam nem mesmo o ensino fundamental, pessoas que escrevem só bobagens e assassinam o nosso idioma (por não lerem e não saberem escrever), falta de interesse em estudar e se aperfeiçoar, a violência absurda, o transporte público uma vergonha, a sujeira (verdadeira imundície) das cidades (e praias) brasileiras, enfim… Acredito que deveríamos abaixar o nariz e aprender sim (e muito) com os europeus, pois não é à toa que são países de Primeiro Mundo. E se quiserem se “aprofundar” ainda mais nas estatísticas, perceberão que as cidades mais ricas do Brasil ou foram colonizadas por imigrantes europeus (principalmente italianos e alemães) ou tão somente contribuíram com o desenvolvimento de muitas outras. Parabéns às palavras do Alfredo e parabéns ao post (ao qual concordo somente com algumas partes, de acordo com a minha vivência na Itália). Abbraccio!

    1. Oi Carla gostei das observações, pretendo visitar a Itália em Setembro e será minha primeira viagem internacional e irei sozinha, pretendo passar uma semana através de excursão. Vc sabe me dizer se é necessário algum procedimento por eu ser diabética e levar meus medicamentos e se corro risco por estar sozinha na Itália?

  33. Todos os itens são verdadeiros, só não dei muita sorte com as comidas, gellatos muito doces e muitos lugares serviam massas com gosto de comprada em supermercado.
    Estou gravida e precisei passar no hospital pois tive sangramento, fui muito bem atendida em Firenze e não paguei nada pela consulta e exame.

  34. Eu amo esses posts de XX coisas sobre tal assunto. Sobre essa privada turca também demorei anos para aprender a usar. Quando falo isso as pessoas não acreditam porque parece fácil de usar, mas não é. Na verdade eu acho que depende do formato da privada. Nessa privada da foto tem que fazer virado para a parede mesmo, mas há outros formatos que você fica de frente, depende onde está localizado o buraco por onde se vai o produto final. Tenho várias dicas sobre como usar ahahaha

  35. Nasci na italia mas com 10 anos de idade vim para o brasil com a minha familia, agora com 23 vou pra la esse ano, tenho muito contato com o resto da familia que ficou por la, e sei de alguns costumes, e confesso que estou um pouco preocupada pq eu faço minha sobrancelha na designer e deixo ela grossa, e sei q la nao tem muito isso, elas tiram demais deixam muito fina, eu mesma vou ter que fazer !! Eu mesma faço minha unha e estou pretendendo levar um kit daqui do brasil, nao sei como faço pra fazer escova no cabelo la, mas vou levar minha chapinha por precauçao,vai que funciona kkk vou ter q me virar nos 30 mesmo

  36. Ual, percebi quase tudo da lista ficando apenas 3 dias em Roma… Muito verdade!!!!! Acho que só faltou uma coisa que muitos falam de Roma e outras cidades da Itália: que é bem perigoso e que é super comum batedores de carteira e mini quadrilhas, pessoas ou lugares pra passar a perna em turistas. Ouvi muito falar isso da Itália toda, e caímos em três falcatruas em três dias lá apenas, mesmo nos avisando antes… Você jamais acha que vai passar por isso, ou que aquela pessoa tem cara de sacana e tal, mas tem! Como disse a mulher do hotel que eu fiquei: desconfie de todos!

  37. Oi Carla! Adorei tudo! Adorei ler suas dicas e as dicas contras dos outros leitores. Estou indo em abril pra Milao e tenho lido muito sobre tudo. Me senti um pouco inseguro pois me parece ou parecia que todo mundo anda grifado de Prada, Gucci e etc. Mas acredito agora, que o povo é mais simples e alguns são mais metidos. Já morei na Hollanda, lá o povo é muito simples. Pelo que eu vi nos comentários, vou passar fome! Sou chato pra comer. Rs

  38. Gostei muito da matéria aí escrita. Reforço a questão “manicura”. Realmente, elas não “fazem” a unha, apenas pintam o centro e fica muito ridículo…Eu recomendo, quando for para a Itália, “vá com a unha feita aqui no Brasil”. E digo mais, é muito caro também!!

  39. Olá Carla

    Ótimo post
    Sou novo por aqui, mas continuarei seguindo

    (Você é muito paciente com leitores grosseiros ou mal-educados, parabéns!)

    Excelente Blog

  40. Querida, parabéns! Eu deveria ter te achado antes, rs… Coloquei sabonete líquido nas mãos e sai limpando no papel pq não sabia dos pedais, kkk… Só na segunda vez q a moça q limpa os banheiros apontou p o chão, kkk… Amei seu post, pena q li só agora 😉

  41. Parabéns Carla , vc foi objetiva e bem esclarecedora ! Carla sou advogada , casada com um italiano e estamos cogitando a possibilidade , de mudar para Turim . Penso em abandonar a carreira jurídica e empreender na área da estética. Qual é a sua percepção ?

    1. Obrigada. Então, a concorrência é grande na área de estética, mas tudo dependerá de você. Só lembro que nenhum curso do Brasil é válido aqui e é preciso ter todos os registros legais, alem de qualificação comprovada, pra atuar aqui. boa sorte.

  42. O minimo nos exames universitarios é 18 não 1.
    O bidet não serve pra evitar de tomar banho mas sim pra lavar as partes intimas depois de fazer numero 1 ou 2 especialmente . Isto não quer dizer que italiano não toma banho todos os dias.
    Wc turco nunca vi na minha vida na Itália.
    Dio dental na praia alguém usa mas os italianos acha muito vulgar. Se você colocar com certeza vai ter muitas pessoas falando de você (muito ruim isso)
    Tambêm a quelas sandalias de couro que você falou a gente acha orrivel mesmo. Eu vi só idosos ou alemães colocarem eles na Itália

    1. a média é 18, ou seja, o mínimo para superar o exame. É isso que está escrito lá.
      Muitos não tomam banho todo os dias, fato!
      Onde você mora? WC turco tem em todos os cantos da Itália, pelo menos onde fui.

  43. Adorei a lista e as discussões calorosas nos comentários.. Hahaha
    Como vc disse que está na academia, gostaria de saber sobre a possibilidade de conseguir bolsa de estudo e permanência para pós graduação, seja para o mestrado ou para MBA. Você teria alguma informação para compartilhar? Obrigada!

      1. Oi Carla vc esta de parabéns com seu blog…ja morei em São Paulo também, gostaria de saber mais sobre direitos de gravidas brasileiras aqui na Itália .

  44. Oii! Amei! muita coisa, muita mesmo que não fazia ideia que era assim, principalmente esse negocio do beijo, já ia chegar beijando todo mundo. Muito obrigada! e parabéns….

  45. Ola! Quero lhe parabenizar pela rica reportagem que li. Amei saber de tudo isso, grandes informações, que jamais saberia me comportar se não lesse isso antes. Meu muito obrigada. Agora me despertou mais vontade de conhecer esse pais lindo.

  46. Hahaha…adorei! Super interessante! Vim para a Itália para morar faz apenas um mês e já fui surpreendida no dia-a-dia por coisas que li em muitos de seus comentários, especialmente os números 1 (cansei de quase beijar a italianada na boca ou nariz por ir começar pelo lado hahaha errado!),10,45,62,65,71, 77 e 78 (adorei quando vi, bonito e prático! =D), 79 (levei um susto e também usei virada pro lado errado, por sorte não fiz xixi no pé! hahahah)! Obrigada por dividir suas impressões! Você mora ainda por aqui? Aonde?
    P.S.: Posso compartilhar?

  47. Estou pensando em ir para a Itália agora em 2017 com meus dois filhos para tirar nossa dupla cidadania pq aqui no Brasil está muito demorado . Minha filha tem 7 anos e meu filho 12 anos, iremos só nós 3, meu marido vai ficar no Brasil e vai ficar um período conosco aí, eu não falo Italiano, estou bem preocupada com minha adaptação com duas crianças . O que vc a tem a me dizer ? É rápido para aprender o idioma? Os 3 primeiros meses meu marido vai ficar aí conosco .
    Obrigada bjs
    Adorei seu blog

    1. Ola,a adaptação depende de cada um. Você pode chegar e já fazer algum curso, inclusive gratuito. Com relação às crianças, costumam se adaptar mais facilmente, principalmente pelo fato de frequentar a escola, mas no caso de voces nao sei como ficaria. boa sorte .

    2. Auer uma dica? Estude e muito o italuano porque lá eles só falam basicamente o italiano. Na versade, para qualquer país aue vá precisa aprender a falar muito bem a lingua local, caso contrário, terá problemas sim. Eu falo quatro linguas incluindo a minha e te digo que isso me ajudou muito na vida e vai me ajudar até a morte.

  48. Esqueceram de dizer que as italianas são mais promíscuas e liberais no sexo do que as brasileiras. As italianas adoram albaneses e fingem não gostar deles. Não fazem questão de casar mas metem o pau nas brasileiras. Um dia uma italiana me xingou e disse um monte pra mim porque o macho albanês dela me olhou, eu morei 1 ano na Itália, na cidade de Modena, essa italiana gorda, feia e nariguda começou me perseguir e me ofender de puttana e etc. Fui com meu marido e tenho uma aliança bem grossa no meu dedo. Ela começou as ofensas por inveja é ciúme!!! Aí eu respondi: ” sou brasileira mas casei para ter um filho, e se você fosse tão certinha não teria 2 filhos sem casar e de 2 homens diferentes que nem querem você como esposa ligítima ( o albanês não queria casar com ela, só moram juntos e brigavam todos os dias.) Não tem nada de mais ser mãe solteira, mas mostrei que sou muito melhor que ela em questão de moral mesmo sendo brasileira. Inclusive ela ficou de propósito grávida de um albanês que hoje só a maltrata. Eu odeio as mulheres e homens da Itália. O Brasil é visto como a terra da prostituição, mas se alguém viajar para outros países vão ver que outros países são muito piores que o Brasil nesse quesito.

    1. Concordo plenamente. Eles acham que somos prostitutas porque a cultura deles foi embora com os grandes mestres da pintura, escultura e gravura.Pode ter certeza!

  49. AAAMEIII
    Muito bom meesmo. Estou indo passar minha ferias lá e tenho duvida na questão de andar com a minha camera para fotografar e filmar o local. é uma canon t5i, é cara, e por isso tenho medo. Você acha que é seguro? sempre tomo cuidado, mas quero dizer referente a assalto mesmo, agressão a mao armada para levar a camera, carteira e tals, é perigoso?

    Beijãaaoooo

  50. Muito bom e útil realmente é um lugar maravilhoso estive em Milão ano passado e amei tudo mas seu comentário é de grande ajuda se um dia eu for novamente já tenho conhecimento de muitas coisas que eu não sabia ter uma bagagem dessa é ótimo e ajuda muito parabéns

  51. Parabéns Carla pelo post.Você é muito divertida em seus comentários. Amei as 100 dicas. Fala sobre tudo. Vou para Italia em agosto e essas dicas foram valiosas. Por favor, continue escrevendo.
    Um abraço. Deus lhe abençoe.

  52. A Italia e’ o meu pais favorito. Moro em Sutton, UK ha’ muitos anos, e a Italia e’ o pais o qual fui mais vezes me deliciar com tudo que oferece, desde a historia ate’ o alimento. Gostei muito das 100 tipicidades que vc elencou. Parabens sweet heart!.

  53. Oi Carla!
    Não sei se você pode responder minha dúvida, mas vamos lá!
    Meu filho vem para Itália dia 23 de julho.
    A esposa dele está grávida, no segundo semestre, ela pode ter o bebê na Itália?
    Sendo que o bebê nasce final de outubro começo de novembro.
    Mal eles vão chegar no país é já ter o bebê.
    Ela faz o pré Natal no Brasil bem certinho e levará todos os exames. Estou preocupada pois eles não falam italiano.
    Obrigada

  54. sou descendente de italiano e estou começando a procurar sobre a cidadania (ganhei a certidão de nascimento do meu bisavô italiano), conheci a Itália pelo Il volo, legal as curiosidades, quero mudar de país e estou pesquisando alguns.

  55. Olá, quanto ao item 70, sabonete líquido. Estou indo pra itália. Vc acha q cabe levar do brasil pra vender? pode ser um bom negócio?

  56. Fiquei fascinada pela sua “aula” de curiosidades. Tenho profundo afeto pela Itália e estou me programando para ir em 2020. Vc dá consultoria? Obrigada.

    1. Levo muito a sério o ditado ” Ama com fé e orgulho a terra em que nasceste” temos problemas sim, mas se todos nos esforçarmos um pouquinho, é possível ir mudando, nosso País foi formado por gente de todo mundo, sou neta de italiano avô e avó, meu avó foi um homem, que criou muito bem seus filhos com muito respeito e educação, e deixou a todos um grande legado o amor pelo trabalho e honestidade, para grande parte de nós Brasileiros, o que falta é a boa vontade de melhorar, jamais sairei daqui, gostaria de passear sim, mas sei que morar não, porque o imigrante nunca é totalmente feliz, tenho pessoas da família morando fora, que estão sempre com saudades, e em relação a Itália, a falta de educação são sempre citadas sim, pessoas já me falaram que as vezes em restaurante antes de servir tem que mostrar que tem dinheiro para pagar, minha cunhada foi usar o banheiro público em Roma se complicou, saiu para chamar a filha a mulher ficou dizendo que não havia pago e chamando de ladrone.
      Mas desejo a todos que lá estão felicidades, e os que aqui estão vamos fazer valer a PENA SER BRASILEIRO, temos tudo para sermos uma grande nação, vamos cumprir cada um com sua parte, se possível um pouquinho mais.

  57. Parabéns por tudo o que você publica, e por dispôr seu tempo a compartilhar tanto material, riquíssimo, muito bom. E parabéns pela diplomacia, pela MEGA PACIÊNCIA em responder tantas pessoas.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: