Skip to content

Ice wine, o vinho canadense que vem do gelo!

01/03/2018

Lilly Guchtain – Toronto, Canadá

Neste post, eu trago para vocês um assunto que é paixão universal: o vinho! Mas nesse post de hoje não irei me referir a um vinho qualquer, e sim a uma obra-prima, um vinho de sabor nobre e marcante: o Ice Wine, ou também chamado de “vinho do gelo”.

Foto: Lilly Guchtain

Estamos no inverno, tempo das temperaturas negativas e das paisagens de neve, onde as terras geladas do Canadá se tornam o cenário ideal para a fabricação do ice wine, um vinho produzido originalmente próprio para harmonizar com sobremesas finas, mas que passou a ser incorporado às mesas de queijos sofisticados, quando descobriu-se aí outra perfeita combinação dos deuses. Como gastrônoma e amante da culinária, vou mais longe e atrevo-me a dizer que o vinho cairia divinamente bem acompanhando um foie gras ou carnes exóticas. Prove, inove, ouse!

Logo que eu cheguei aqui no Canadá, eu e minha família fomos almoçar com uns amigos canadenses, e foram eles que me apresentaram o ice wine, o que foi uma total novidade para mim, e paixão ao primeiro gole! Quem me conhece sabe que eu não sou uma exímia conhecedora de vinhos mas o ice wine aguçou os meus sentidos e eu passei a pesquisar sobre ele.

Foto via: Pinterest

Foi então que eu descobri que a bebida é produzida em locais gelados porque é elaborada a partir de uvas brancas ou tintas que devem estar ainda congeladas pela neve. Riesling, Vidal, Chardonnay e Cabernet Franc são as ideais para acertar na produção. Sua criação é um processo bastante delicado e artesanal, o que faz do ice wine uma bebida espetacular. Para a safra ser perfeita, as uvas devem estar maduras e têm que ser colhidas manualmente entre os meses de dezembro e janeiro, sob uma temperatura que pode variar entre 8 e 10 graus negativos e durante à noite (quando as temperaturas estão mais estáveis), do contrário, toda a produção pode-se cair por terra. Após a colheita, as uvas são imediatamente prensadas, e assim todo o gelo é liberado, não se misturando com o sumo da fruta. Este processo de desidratá-las é que torna o suco da uva superconcentrado, puríssimo e, portanto, acentuadamente doce sem ser enjoativo e com uma alta acidez. Com baixo teor alcoólico, não é permitida nenhuma adição de açúcar, ou seja, criou-se um verdadeiro néctar de sabor e aroma extraordinários e de perfeito equilíbrio. Devido à sua peculiar produção, o resultado é uma quantidade menor e limitada de vinho, o que o torna uma das bebidas mais caras do mundo. Em média, cerca de três quilos de uvas rendem 375 ml de vinho. Para se ter uma ideia, um vinho de fabricação normal rende dez vezes mais.

O Canadá lidera a produção de ice wine no mundo, e outros países gelados da Europa como Alemanha, Áustria e Suíça também produzem a bebida.  Aliás, ela é originária das terras germânicas, onde a bebida é chamada de Eiswein e foi “acidentalmente” criada em 1794, quando viticultores colheram uvas congeladas durante uma geada inesperada. E em 1974, o Canadá produziu (sem fins comerciais) a sua primeira garrafa! Diz a lenda que foi pelas mãos de um imigrante alemão que morava nas bandas geladas de cá, na Província de Colúmbia Britânica.

Agora que já conhecem um pouco a história e o processo do ice wine, vou compartilhar com vocês um passeio que eu fiz por uma vinícola localizada na Península de Niagara, a aproximadamente 90 minutos de Toronto. E é nessa região que se concentra a maior parte dos fabricantes de ice wine do Canadá. São mais de 80 vinícolas! Bastante, não é mesmo?

Foto: Lilly Guchtain

A vinícola que eu escolhi foi a famosa Inniskillin Wines, do austríaco Karl Kaiser, pois foi a pioneira na comercialização da bebida, em 1984, e também a primeira adega do Canadá a vencer um grande prêmio de categoria internacional, o “Illustrious Grand Prix d’Honner”, na França, em 1991, por sua produção de vinhos do gelo, tornando-se a partir de então referência mundial na fabricação do ice wine, e globalmente uma marca de luxo.

No dia em que eu fui, as parreiras já não tinham mais o charme da neve, mas ainda assim as paisagens eram belíssimas. Simplesmente explorar a região já se torna um passeio inesquecível.

Os campos do vinhedo Inniskillin Wines Foto: Lilly Guchtain

Na vinícola você encontra muitas opções de ice wine, que certamente irão agradar a todos os paladares. Para mim, é sempre uma prazerosa experiência poder descobrir novos sabores e marcas desse vinho tão singular, de sabor intenso e cores vibrantes,  e lá eu tive a oportunidade de provar o Vidal e o Cabernet Franc, ambos surpreendentemente saborosos. E quanto aos preços? Bem, como mencionado, não é um vinho com preços modestos. Eles podem variar entre $40 e $120 dólares canadenses (375ml). Mas tenham certeza de que saborear esse vinho vale cada centavo!

Foto: Lilly Guchtain

Se você tem planos de conhecer a Inniskillin, eu recomendo se hospedar em Niagara-on-the-Lake. A cidade é um charme, e oferece hotéis e restaurantes maravilhosos!

Fotos: Lilly Guchtain 

SERVIÇO:

Para maiores informações sobre a vinícola, acesse: http://www.inniskillin.com

Eu, curtindo um ice wine. Cheers!

Nota: O BZ já publicou outras excelentes postagens sobre vinhos, confira a seguir:

A Cidade do Vinho, em Bordeaux (por Ana Fonseca)

Visitando o castelo e vinhedos de Monbazillac, na França (por Ana Fonseca)

Gluhwein, o vinho quente alemão (por Lilian Nosralla)

Por que você TEM que pagar caro por um vinho? (por Edu Justo)

Nem todo vinho espanhol é de La Rioja (por Edu Justo)

Onde beber cavas em Barcelona? (por Ana Fonseca)

____________

Lilly Guchtain é de Curitiba, formada em Comunicação Social e mora desde 2015 em Toronto, no Canadá com o marido brasileiro e dois filhos. Confira o perfil da Guchtain no Instagram: @lilly.ca

Blog “Brasil com Z”, um blog feito por brasileiros vivendo nos quatro cantos do mundo! Sigam-nos no Instagram para conferir as fotos dos nossos autores, e no no Facebook e Twitter para atualizações diárias. Agradecemos! 

2 Comentários leave one →
  1. 03/03/2018 13:53

    Amei!!!

    Estou adorando visitar esse blog maravilhoso, sempre tem posts legais.

    Parabéns!!!

    Posso compartilhar esse post no meu facebook?

    Quero compartilhar com as minhas amigas!

    • lillyguchtain permalink
      03/03/2018 14:07

      Oi, Giovana! Ficamos felizes que está gostando! Sinta-se à vontade para compartilhar quantas vezes você quiser. Tem muitos posts lindos e interessantes no blog! Obrigada pelo seu comentário! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: